Exposição em homenagem à Alda Cruz está disponível para visitação

0
A escritora e cordelista, Alda Cruz é a homenageada da edição 2020 do Carnaval dos Carnavais (Foto: Dani Santos)

Repleta de cordéis, fotos e lembranças de Alda Cruz, a Casa do Folclore recebe a exposição “Alda Cruz, uma história em cordel!”. Realizada pela Prefeitura Municipal, através da Fundação de Cultura e Turismo João Bebe-Água (Fundact), a mostra já foi aberta e fica disponível até o dia 01 de março de 2020.

A escritora e cordelista, Alda Cruz é a homenageada da edição 2020 do Carnaval dos Carnavais, que tem como tema “Folia no Cordel”. De acordo com a assessora técnica da Fundact, Elma Santos, os homenageados são escolhidos são pessoas de grande importância para a cidade.

“Dona Alda no ano passado completou 90 anos, uma idade muito representativa. Uma mulher ativa, empoderada e que ainda produz literatura de cordel. É uma personagem muito importante para a cultura de São Cristóvão. Embora não seja uma sancristovense de nascimento, é de coração.” destacou.

A exposição é composta por suas obras, fotografias e peças pessoais. “Me sinto muito lisonjeada, satisfeita com essa homenagem. Agradeço a prefeitura e ao povo de São Cristóvão que me recebeu tão bem desde quando iniciei meus trabalhos na cidade. Estou muito feliz com tudo isso e aguardo todos para dar um abraço no carnaval.”,  afirmou a escritora Alda Cruz.

Através da mostra, moradores de São Cristóvão e visitantes de todas as partes do mundo poderão agora conhecer a história de Alda Cruz. O filho da homenageada, Junior Cruz, enfatizou o orgulho que sente da mãe. “Essas homenagens que estamos vivendo, desde o ano passado até hoje, eu acho bastante louvável, porque tem ser feitas em vida. Isso vai ser um legado que os meus filhos vão levar para o resto da vida, vai ficar para história.”, declarou

Durante a abertura, Alda relembrou alguns dos grandes nomes da cultura sancristovense. “Olha que responsabilidade eu tenho de ser homenageada na terra de João Bebe Água, de Seu Jorge, de Madalena da Ilha Grande, de Mestre Rindú, das poetisas irmãs Vera, Vilma e Vena, dos historiadores Fragata e Adailton, de Marieta das queijadas, de irmão Dulce.”, recordou.

Fonte: Prefeitura Municipal de São Cristóvão

Comentários