Exposição fotográfica ‘Taiê’ é lançada em Aracaju

0
Exposiçao fotográfica 'Taiê' (Fotos: Portal Infonet)

A Galeria de Arte do Sesc da Unidade Centro recebeu nesta sexta-feira, 27, o lançamento da exposição fotográfica ‘Taiê’. Produzida pelo artista Alejandro Zambrana, as imagens são frutos de um trabalho documental de seis anos, a partir de um olhar diferenciado sobre as Taieiras de Laranjeiras.

Apesar de já ter passado pelas cidades de Laranjeiras e São Cristovão, a exposição traz alguns aspectos diferentes. Desta vez, ela está sendo composta por 22 imagens produzidas durante a documentação dos ensaios, bastidores e do cortejo que compõe o ritual sincrético do grupo.

“Através de um longo trabalho elaborado por meio de um convívio respeitoso com as mulheres do grupo Taieiras, tentei trazer um novo foco, diferente do que já havia sido produzido. Pois acredito que seja importante que as pessoas conheçam e respeitem a cultura local, valorizando os elementos que fazem parte dela”, comenta Alejandro Zambrana. "É um convite para olharmos atentamente a importância das Taieiras, através de versos fotográficos", completa.

Fotógrafo Alejandro Zambrana

Para incrementar ainda mais a visualização do modo de vida das Taieiras, um espaço diferenciado foi montado. Um mosaico com partes não preenchidas está à disposição para que outros fotógrafos participem da composição dele. Uma sequência de imagens também foi pensada para que os visitantes refletissem acerca do legado cultural carregado pelas Taieiras.

Responsável pela curadoria e expografia, Ana Lira, conta que para montar a exposição, uma análise cuidadosa do material foi realizada. “Eu quis ressaltar o olhar específico que ele trouxe no trabalho em seu trabalho. Algo que fizesse referência a produção autoral e que no momento em que as pessoas visualizassem, identificassem de cara que a imagem era de Alejandro”, explica.

De acordo com Ana, a os bastidores da montagem do ritual traduzem esse olhar único característico do fotógrafo. “A relação tão próxima com o grupo proporcionou oportunidades para este grande trabalho. É outro modo de ver que traz questionamentos sobre as Taieiras, a exemplo de quem são elas, como se vestem e onde são produzidas as vestimentas”, declara.

A 3ª edição da exposição Taiê estará aberta ao público de 30/04 a 31/05, das 10 às 19h, com visitas mediadas.

Taieiras

Imagens destacam os bastidores do grupo folclórico

De forte característica religiosa, o grupo tem por objetivo a louvação a São Benedito e a Nossa Sra. do Rosário, ambos padroeiros dos negros no Brasil. Mesmo influenciadas pela religião africana, as Taieiras dão uma verdadeira demonstração clara do sincretismo religiosos entre a Igreja Católica e os rituais afro-brasileiros. No mês de janeiro, tocando quexerés (instrumentos de percussão) e tambores, as Taieiras, trajando blusa vermelha cortada por fitas e saia branca, seguem pelas ruas cantando músicas religiosas ou não.

Por Verlane Estácio e Janaina de Oliveira

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais