Exposição ‘Quem Faz a Foto” no Semear

0

O Coletivo de Fotógrafos Trotamundos irá abrir na noite desta segunda-feira, 16, às 19h, na Sociedade Semear, a exposição coletiva ‘Quem Faz a Foto”, que ficará em cartaz até o próximo dia 4 de dezembro. A iniciativa conta com o apoio da Prefeitura de Aracaju e é fruto de um projeto desenvolvido com moradores na Zona Norte da cidade, que participaram de oficinas de fotografia entre os meses de setembro e outubro deste ano.

Parte das vagas disponíveis foi destinada aos usuários dos serviços do Centro de Apoio Psicossocial (Caps) Jael Patrício, no Santos Dumont, mantido pela rede municipal de saúde. Os instrutores buscaram a desconstrução da percepção no âmbito da fotografia e, assim, produziram novos olhares para que outras vidas pudessem se tornar visíveis. 

Ao todo, 12 pessoas participantes das aulas que compuseram o conteúdo da oficina. O trabalho de campo foi desenvolvido nas redondezas da comunidade e, num segundo momento, as câmeras ficaram à disposição dos participantes para registrar seu dia a dia no período de uma semana. O resultado dessa experiência coletiva está em imagens produzidas pelos alunos e pelos membros do Trotamundos, além de registros em vídeo de vários momentos da oficina.

“Buscamos criar, propositadamente, uma identidade coletiva na exposição. Tanto que as fotos não têm crédito e todos participaram do processo de montagem. A idéia foi conseguir traduzir o espírito das oficinas realizadas na zona norte e trazer para esse lado da cidade imagens que a mídia não conhece”, afirmou um dos integrantes do Coletivo de Fotógrafos Trotamundos, Zak Moreira.  

Segundo o fotógrafo, os resultados técnicos ficaram impressionantes, tanto do ponto de vista da composição, das cores e das relações luz e sombra. “De modo geral os conhecimentos foram apreendidos, com grande satisfação referida pelos participantes. Colocamos os resultados em pauta para discussão coletiva sobre as imagens, fazendo o que denominamos ‘curadoria coletiva”: a escolha de fotos que, de algum modo, fizeram sentido e afetaram cada um, para posterior exposição pública”, explica.


Trotamundos

O Trotamundos, primeiro coletivo de fotógrafos de Sergipe, é formado por Alejandro Zambrana, Daniely Clarisa, Danilo Bandeira, Marcelinho Hora e Zak Moreira. O projeto agrega profissionais de diversas áreas, como jornalismo, designer, psicologia e administração, que buscam na fotografia uma ferramenta de intervenção social e de busca de releituras do cotidiano.

Comentários