Fabiano cobra apoio da Sectur

0

O deputado estadual Fabiano Oliveira disse ontem, durante sessão extraordinária na Assembléia Legislativa, que o secretário estadual de Turismo, Pedrinho Valadares, não está prestando apoio ao Pré-Caju 2005. Para o deputado, Valadares fechou os olhos para o evento.

 

Segundo Oliveira, a prévia carnavalesca gera 20 mil empregos temporários e movimenta 70 setores da economia e está no calendário turístico da Embratur. Para ele, esses são elementos de sobra para que a festa receba o respaldo da Secretaria.

 

Para o economista do Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Sócio-Econômicos – Dieese -, Luís Moura, o Pré-Caju é capaz de movimentar o comércio antes e durante a festa. Segundo ele, os setores que mais faturam durante o Pré-Caju são hotelaria, entretenimento e comercialização de bebidas.

 

Apesar disso, Fabiano Oliveira disse que o Pré-Caju terá o apoio das secretarias de Articulação Política, de Segurança Pública e da Saúde. O deputado espera que 250 mil pessoas venham para o Estado durante a prévia. Parte da expectativa se deve ao coquetel de apresentação do evento realizado na região Sudeste, com apoio da TAM, que reuniu 1.300 agentes de viagens.


Apesar do sucesso nacional do Pré-Caju, a Secretaria de Turismo não incluiu o evento no calendário turístico estadual, deixando Fabiano Oliveira bastante irritado. O parlamentar lembrou que a primeira edição do Pré-Caju aconteceu em 1991, durante o segundo governo João Alves. Treze anos depois, a prévia será realizada no terceiro governo do pefelista, mas sem o apoio da Secretaria de Turismo.

SECTUR – De acordo com Elton Coelho, assessor de Comunicação da Sectur, Fabiano Oliveira ainda não solicitou, pelo menos oficialmente, nenhum apoio da Secretaria. Elton disse que Fabiano está ignorando que a adesão das outras Secretarias representa a inclusão de todo o governo do Estado.

“Pelo que eu falei com Pedro Valadares, até agora não houve solicitação oficial de apoio por parte do deputado, mas a Sectur incluiu a festa em sua folheteria oficial. O Pré-Caju é uma festa privada e estamos priorizando a divulgação de eventos populares, como o São João”, explicou o assessor. Segundo ele, a responsabilidade de divulgação de uma festa particular não é do Estado, mas de quem a produz.

 

Por Wilame Lima

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais