Família homenageará João Melo com show

0

João Ventura, João Melo e João Alberto em apresentação (Foto: Arquivo pessoal)
Há exatamente um ano, o Brasil perdia um dos seus maiores ícones da música brasileira, o baiano, mas sergipano de coração, João Melo. Para homenagear o compositor, seu neto, João Ventura realiza no dia 1º de fevereiro, o espetáculo “Novas Serenatas”, onde fará uma releitura das principais obras do repertório do avô.

O evento, promovido pelo Instituto Viver Aracaju, será realizado no Teatro Lourival Baptista, a partir das 20h30. De acordo com João Ventura, homenagem também contará com a participação de artistas sergipanos, como Lenora Melo, Lina Souza, Amorosa, Pantera, João Alberto, Sérgio Lima, dentre outros.

“Será um apanhado com cerca de 20 músicas do meu avô, sendo que apresentarei o show e cantarei várias composições. Ao todo teremos oito participações de artistas locais para relembrar a obra que João Melo nos deixou”, explica João Ventura. Ele conta que a homenagem foi idealizada por toda a família do compositor.

“Convivi bastante com o meu avô e realmente quero dar conta desse espetáculo em respeito à sua memória. É um orgulho muito grande ser o ‘pivô’ deste show”, comenta João Ventura, que é cantor, compositor, arranjador e também está na direção musical do show.

João Ventura está na direção do show em homenagem ao avô (Foto: Arquivo Infonet)
Repertório

Com um rico repertório de composições musicais, João Melo deixou obras que não poderão faltar no espetáculo. Grandes sucessos como ‘Sambou Sambou’, ‘Gostoso é sambar’, ‘Coração só faz bater’ e ‘Sergipinho’, serão interpretadas durante a homenagem.

“Inclusive foi formada uma banda exclusivamente para a concretização deste show”, diz o neto João. Na composição desta banda está Rominho na bateria, Saulo Ferreira na Guitarra, Rodrigo ‘Peninha’ no baixo, João Alberto no violão, Sérgio Melo na percussão e João Ventura no vocal, piano e violão.

Descobridor de talentos

Nascido em Salvador (Bahia), em 24 de junho de 1921, João Melo veio morar em Sergipe com apenas três anos de idade. Sua vida artística começou logo cedo, sendo que aos 19 anos foi convidado por Silvio Caldas para seguir sua carreira musical no Rio de Janeiro.

Após uma trajetória de muitas realizações na Cidade Maravilhosa, já no final dos anos 80, João fixa residência em Aracaju e foi trabalhar na TV Aperipê, onde idealizou o programa ‘Videoteca Aperipê Memória’.

João Melo morreu aos 85 anos há 1 ano em Aracaju (Foto: Arquivo Serigy Site) 
Dentre os inúmeros amigos que o artista fez durante sua história, estão grandes nomes do cenário musical brasileiro como Paulinho da Viola, Alceu Valença, Luiz Melodia, dentre outros. No dia 5 de janeiro de 2010, João Melo morre aos 85 anos em Aracaju.

Lenora Melo, mãe de João Ventura e filha de João Melo, conta que a idéia do show veio com a intenção de manter viva a memória de seu pai.

“Ele era um descobridor de grandes talentos da MPB. Alceu Valença, Genival Lacerda e Djavan foram alguns artistas que passaram em sua vida. Não podíamos deixar que sua obra se perdesse”, declara Lenora, que também irá participar do espetáculo de homenagem.

Registro

Segundo o esposo de Lenora, genro de João Melo, João Alberto, todo o show será gravado para que o registro componha o acervo do Instituto Viver Aracaju, que nasceu com o objetivo de fomentar a cultura sergipana.

“Também temos a intenção de repetir o show na reinauguração do Teatro Atheneu que teve muitas contribuições do João Melo”, conta o genro do compositor.

Por Victor Hugo

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais