Festival de Arte tem captação de recursos autorizada pelo MinC

0

O Festival de Arte de São Cristóvão se prepara para ganhar um novo estímulo. A Fundação de Apoio à Pesquisa e à Extensão de Sergipe – Fapese – é que está encarregada de viabilizar a missão. Ao todo, serão até R$ 760 mil captados com o fim de incentivar o projeto, com autorização já emitida pelo Ministério da Cultura – MinC.

 

O recurso total previsto no orçamento foi autorizado pela Lei Rouanet. Através dela, as empresas que apostarem na causa contarão com um abatimento na hora de prestar as contas do Imposto de Renda junto ao Governo Federal.

 

O município, é claro, recebeu a notícia de bom grado. Para o prefeito Zezinho da Everest (PTB), a insistência em busca de apoio junto aos Ministérios da Cultura e do Turismo valeram a pena. Agora, resta apenas sensibilizar o empresariado e torná-lo disposto a investir. “Ainda não dispomos dos recursos, mas vamos trabalhar para consegui-lo”, garantiu.

 

Roberto Lima, que responde pela diretoria da Fapese, compartilha do mesmo pensamento. Segundo ele, a ação dos promotores de evento será decisiva nesta altura do campeonato. Para que o Festival logre êxito na captação, o trabalho deles será essencial.


“Agora é a hora dos promotores do evento entrarem em campo para conseguir os recursos. Eles terão que captar as verbas necessárias para a realização do Festival e, para isso, será preciso mostrar com competência os benefícios da Lei Rouanet”, avaliou.

Comentários