Festival tr3s. minutos reabre inscrições

0
Inscrições prosseguem até o dia 11 de setembro (Foto: Divulgação)

O Festival de Micrometragens tr3s.minutos reabre a temporada de inscrições até o dia 11 de setembro. Nascido no ano de 2011, o evento é fruto do desejo dos integrantes do Coletivo Azedume em criar um espaço de troca e fruição de novas ideias para o audiovisual sergipano. Para isso, aposta na intervenção direta na comunidade, assim como na realização de mostras informativas e competitivas. Em 2012, o festival irá acontecer entre os dias 22 e 27 de Outubro e apresenta o mote “Contra toda forma de opressão”.

Este ano, a Mostra Competitiva se divide em duas categorias: Livre e Temática (“Contra toda forma de opressão”), uma forma de refletir sobre o tema através dos filmes de micrometragem. Os vídeos participantes devem ser elaborados com o uso de tecnologia digital (telefones celulares, câmeras fotográficas e afins) e ter a duração de 30 segundos a 3 minutos. Qualquer pessoa pode inscrever no próprio portal do festival (www.tresminutos.org). O regulamento  também está disponível no endereço eletrônico http://tresminutos.org/regulamento.

A democratização do audiovisual revelou uma nova geração de autores que realizam seus vídeos a partir de celulares, webcams, câmeras digitais e outros dispositivos móveis e compartilham suas criações em canais de difusão e nas mídias sociais. Além de incentivar o uso dessas novas tecnologias de comunicação através da realização de oficinas de capacitação no interior do estado , o tr3s.minutos acredita que é igualmente importante discutir as novas possibilidades para o audiovisual sergipano e de levantar debates sobre as diversas formas de opressão existentes na sociedade.

Evento

Realizado pelo Coletivo Azedume em parceria com o Instituto Banese, Museu da Gente Sergipana, Sesc Sergipe, Instituto Federal de Sergipe e Secretaria de Estado da Cultura o tr3s.minutos estabelece um espaço democrático propício à expressão e experimentação audiovisual, reconhecendo e premiando talentos.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Comentários