Folclore sergipano será destaque em exposição na França

0

Lúcio Telles
O folclore sergipano está em destaque, com um olhar apaixonado pela cultura local, o repórter fotográfico Lúcio Telles, foi convidado no final do ano passado a realizar uma exposição na Europa. Serão quatro semanas expondo seu trabalho em Paris na “2’eme Temporade Brésil Sertão et Mer”, quer dizer “Temporada Brasil Sertão e Mar”. O evento terá trabalhos artísticos de outros brasileiros e acontece de 7 a 17 de abril, na Maison Du Patrimoine de Saint Julien les Villas na França.

Lambe-sujo, Taieiras, Reisado, São Gonçalo, Parafusos são algumas manifestações folclóricas conhecidas pelos sergipanos que serão expostas no trabalho de Lúcio intitulado de Brasil Sergipanidade. “Vou levar oito painéis de um metro por um metro e meio, são fotos bem grandes que tem mais eixo, além disso, vou levar 40 fotos menores”, disse o fotógrafo.

Lúcio mostra o folclore sergipano
Lúcio contou sobre a expectativa de mostrar seu trabalho fora do país. “A expectativa é a melhor possível, pois meu momento profissional é muito bom. Ir para a Europa, que é o centro mundial de artes, e levar a cultura sergipana é um ponto muito importante para o Estado. Com certeza a arte brasileira é sempre bem-vinda na França”, comentou.

O convite surgiu no final do ano passado, quando membros da Association Brésil Sertão et Mer estiveram em Sergipe para celebrar o ano da França no Brasil. Foi quando conheceram o trabalho do repórter fotográfico, que está há treze anos na área e possui um grande acervo de imagens do folclore sergipano. A associação estava no Estado para cumprir o seu objetivo, que é facilitar e promover a cultura, a educação, o esporte, o turismo e as ajudas humanitárias entre França e Brasil.

Para isso, se articulou com o Projeto Consenso Humanitário Para Arte e Movimento em Aracaju (Chama), que atende à comunidade do Pantanal, em Aracaju (SE). Nesta época, Lúcio Telles estava dando aulas de fotografia artesanal nesta comunidade e teve a oportunidade de mostrar o seu trabalho a um dos integrantes da Association Brésil Sertão et Mer, Heitor da Pedra Azul, brasileiro casado com uma francesa que é reconhecido em toda a França por divulgar a cultura do Brasil ao redor do mundo.

Exposição acontece em dois locais na França
“Eu aceitei imediatamente o convite e já comecei a procurar patrocinadores para arcar com os custos da empreitada”, comentou. Um dos temas que está sendo levado por ele é a quadrilha junina, que é uma dança francesa. Os municípios de Japaratuba e Laranjeiras, por suas fortes tradições folclóricas, também se destacam no material que será divulgado na França pelo artista.

“Na viagem vou fazer um blog e um fotoblog contando todas as minhas experiências, passando informações já a partir da primeira data de exposição. Quero fotografar e buscar o que tem de Brasil no ambiente Francês e o que os brasileiros estão fazendo por lá”, informou Lúcio Telles.

Por Bruno Antunes

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais