Folia sossegada com o Corpo de Bombeiros

0

Vários tipos de serviços são intensificados para garantir o sucesso de uma festa como o Pré-Caju. Um deles é o trabalho do Corpo de Bombeiros, sempre presente em todas as edições da festa. Assim como nos anos anteriores, em 2005 eles farão o atendimento de emergência, cuidando dos casos mais graves de fraturas ósseas e coma alcoólico, ou de casos de agressão com arma branca ou de fogo. Além disso, eles irão planejar a prevenção de incêndios, supervisionando a verificação dos extintores, das condições das escadas e elaborando possíveis rotas de fuga.

Irão trabalhar na ocasião 160 homens, divididos em equipes de 40 pessoas para cada dia de folia. Duas lanchas farão a monitoração do rio Sergipe, no caso de algum resgate. O Capitão José Arivaldo Mendes, assessor de comunicação do Corpo de Bombeiros, ressalta que no Pré-Caju 2004 eles não aconteceram, até porque foram posicionadas tábuas que impediam o acesso direto ao rio.

E com relação ao problema das diárias não pagas, recentemente divulgadas na mídia, onde alguns policiais disseram que não trabalhariam caso não as recebessem, o Capitão Mendes afirma que a situação dos Bombeiros é mais crítica, pois os R$ 50 de cada diária referente à festa do ano passado ainda não foram pagos.

Por Herbert Aragão

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais