Forróçacana é puro agito

0

A banda carioca Forroçacana, que tem sete anos de carreira e duas indicações a prêmios importantes (Grammy Latino e Prêmio Tim de Música), trouxe muita alegria e descontração ao público cativo do Forró Caju. Confira o papo maneiro que a simpática banda teve com a equipe do Portal InfoNet. PORTAL INFONET– Como surgiu a idéia de tocar forró, um ritmo característico do nordeste? Mará – Acho que antes de sermos cariocas, somos brasileiros, descendentes de índio, negro… Antes de tocarmos forró, já éramos músicos; cada um da banda já tocava um instrumento diferente, temos pessoas que tocavam violão, violoncelo, guitarra. Eu havia viajado a Pernambuco e quando voltei, comprei um acordeom. Não tínhamos a idéia de tocar forró, mas isso foi uma coisa que aconteceu naturalmente. INFONET – No trabalho mais recente da banda, vocês trazem regravações que fizeram sucesso, qual o objetivo de vocês com este cd? M – Nós estamos trabalhando o nosso 3º cd, que é ‘Os Maiores Sucesso de São João com Forróçacana’, nele, 50% é de regravações de sucesso de décadas passadas, regrávamos músicas de Lamartine Babo, Assis Valente e Braguinha, mas também temos música “contemporânea”; fazemos homenagem a nomes como Luiz Gonzaga, Gilberto Gil e Dominguinhos. Na verdade, este cd está trazendo um contato maior da banda com o nordeste. InfoNet – Como surgiu o nome da banda? Cachaça, Duani, e Mará – Nós queríamos fazer um som bacana, no caso forró, e que tivesse referência a cana, roça… Surgiu a idéia de Forró Bacana, Forró Roça, daí ficou Forroçacana, que nada mais é que a mistura disso. InfoNet – Pra finalizar, como vocês definem o som produzido pela Forróçacana? C, D, e M – Um forró pé-de-serra turbinado carioca, que não faz parte da denominação ‘forró universitário’ e não pode ser visto também como pé-de-serra, pois não somos trio. O nosso som é Forroçacana, nós mesclamos o autêntico forró com influências musicais de outros ritmos. Se você tá a fim de maiores informações a respeito da banda, basta clicar no link: Forroçacana. Por Carlos Augusto Lima

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais