Fundo de Patrocínio do Estado garante apoio aos carnavais de SE

0

Secretário de Comunicação Carlos Cauê (Foto: Marco Vieira)

No ano de 2011 o Governo do Estado de Sergipe mais uma vez apoia o Carnaval ajudando garantir as festividades e a alegria da população em diversas cidades sergipanas. O secretário de Estado da Comunicação, Carlos Cauê, explica que os principais carnavais do Estado estão recebendo recursos do governo.

“Com a contenção de despesas que o Governo está fazendo, não poderemos apoiar tão amplamente os carnavais, mas vamos garantir apoio aos principais eventos carnavalescos do Estado e por isso estamos investindo mais de R$ 800 mil através do Fundo Estadual de Patrocínio nestes eventos”, informou.

Em função da escassez de recursos, o Conselho do Fundo Estadual de Patrocínio decidiu limitar os apoios somente às prefeituras. Decidiu ainda que o patrocínio do Governo destinado aos blocos e trios da capital se dará através de repasse para a Prefeitura de Aracaju, via Funcaju, num montante de R$ 350 mil, dos quais R$ 100 mil serão destinados especificamente para a Liga de blocos e Trios que apresentou projeto de patrocínio pela associação Elenco Produções Artísticas.

“O Governo do Estado não deixará de apoiar as manifestações carnavalescas de Aracaju. Temos compromisso com o apoio às manifestações culturais autênticas, que emanam do povo e que precisam de um apoio efetivo dos poderes públicos. Isso nós estamos fazendo em parceria com a Prefeitura de Aracaju”, explicou Cauê.

O município de Neópolis, que inscreveu seu projeto de carnaval através de uma Associação, terá o apoio do Governo às festividades carnavalescas através da Secom. “Já estamos em tratativas com aquela prefeitura para viabilizar o apoio do Governo à festa, que já se tornou tradição em nosso estado e é uma das grandes referências do nosso carnaval, que merece todo o nosso apoio”, disse o secretário.

O secretário informa que algumas prefeituras não puderam receber o patrocínio do Governo através do Fundo de Patrocínio Cultural porque encontram-se com pendências de certidões ou regularidades fiscais que são exigidas pelo edital de patrocínio. E lembra que o Governo do Estado não é o responsaévl pela realização do carnaval nas cidades, mas sim um apoiador dos eventos. “Não podemos inverter os papéis; somos apoiadores e não realizadores”, alertou o secretário.

Os recursos aprovados pelo Fundo de Patrocínio só estarão disponíveis para as prefeituras após a celebração dos convênios e a tramitação dos processos, em acordo com a Lei e as exigências do edital.

Fonte: ASN

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais