Galeria de Arte J. Inácio recebe exposição coletiva com 35 artistas

Exposição ficará disponível para visitação até o dia 15 de fevereiro, de forma gratuita

Em comemoração ao aniversário da Galeria de Arte J. Inácio e em homenagem ao seu patrono, a Fundação de Cultura e Arte Aperipê (Funcap) promoverá a abertura da exposição coletiva ’42 anos: celebrando a galeria’ nesta quinta-feira, 7, às 18 horas.

O evento acontecerá no primeiro andar, anexo à Biblioteca Pública Epiphanio Dória, onde a galeria está localizada, e contará com a apresentação artística do Quinteto de Cordas da Orquestra Sinfônica de Sergipe (Orsse).

A mostra reúne obras de 35 artistas renomados que deixaram sua marca na história e na pluralidade artística que já passou pela Galeria. Entre os artistas participantes estão Adauto Machado, Ana Denise, Adriana Hagenbeck, Alan Adi, Antônio da Cruz, Bené Santana, Bebeto Souza, Beto Pezão, Caã, Elias Santos, Edidelson Silva, Eduardo Fabião, Éverton, Eurico Luiz (in memorian), Fábio Sampaio, Hortência Barreto, Ismael Pereira, J. Inácio (in memorian), Jacira Moura, Jamson Madureira, Joel Dantas, José Fernandes (in memorian), Jorge Luiz, Joubert Moraes, Jo’k, Leonardo Alencar (in memorian), Márcia Guimarães, Nailson Moura, Nogueira, Pithyu (in memorian), Tintiliano, Véio, Vilma Rebouças, Willy Valenzuela e Zeus.

A curadora da exposição e diretora da Galeria, Jane Junqueira, destaca que um aspecto marcante do espaço é sua natureza democrática no fomento à arte, característica que foi considerada na seleção das obras.

“A Galeria tem uma importância também para os artistas locais, porque, através dela, com o olhar que tínhamos na década de 80, revelamos novos artistas que ainda estão produzindo e realizando suas artes. Muitos deles foram descobertos na Galeria J. Inácio. Ela possui uma história de revelar artistas, promovendo a democratização da arte, sem discriminação. Cada vez que organizamos uma exposição, buscamos unir o moderno ao respeito pelo passado, mantendo também a tradição de valorizar nossos artistas veteranos. Não ficamos presos ao passado, sempre estamos evoluindo e produzindo”, apontou.

De acordo com a presidente da Funcap, Antônia Amorosa, a Galeria de Arte J. Inácio reflete o comprometimento da gestão estadual com a manutenção da memória artística e cultural sergipana. “Esses 42 anos representam a resistência e resiliência dos abnegados artistas das artes visuais de Sergipe. A existência desta Galeria revela a permanência significativa destes valorosos artistas, os que partiram e os que permaneceram. Viva a Galeria”, considerou.

“Trata-se de um grande templo das artes visuais de Sergipe, sendo difundida pela contribuição das nossas expressões e diversidades artísticas”, complementa o diretor de políticas públicas de cultura da Funcap, Pascoal Maynard.

Após a abertura, a mostra continuará disponível para visitação até o dia 15 de fevereiro. A Galeria tem funcionamento de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h30, de forma gratuita e sem a necessidade de agendamento prévio.

Galeria de Artes J. Inácio

Desde 1981, a Galeria tem abrigado centenas de exposições individuais e coletivas, apresentando trabalhos dos mais renomados artistas sergipanos e brasileiros, além de artistas internacionais. O espaço também se tornou palco de lançamentos de livros e catálogos culturais.

A Galeria de Arte J. Inácio é um importante ponto de referência cultural em Sergipe, valorizando e promovendo a produção artística local e nacional. Através das exposições e eventos realizados no espaço, o legado de J. Inácio continua vivo, enriquecendo a cena artística do estado e contribuindo para o fortalecimento da cultura.

Fonte: Funcap/SE

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais