Global Beats comemora os 15 anos da Aperipê FM nesta sexta

0

Patrick Tor4 também comandará a pista na grande festa (Fotos: Divulgação)
Ritmos dos quatro cantos do mundo estarão presentes nesta sexta-feira, 17,  a partir das 22h, no Espaço Cultiva (Rodovia José Sarney, próximo à AABB) em uma grande festa de música eletrônica, a Global Beats. Organizada pela Fundação Aperipê em parceria com o Espaço Cultiva, a festa  integra as comemorações pelos 15 anos da rádio Aperipê FM 104,9, com entrada gratuita. Além do DJ Kaska que apresenta aos sábados o programa Global Beats na FM 104,9, o som ficará por conta dos DJs Patrick Tor4, Dolores e o alemão Axe.l, formando um time de peso consagrado no Brasil e mundo afora.

“Queremos marcar os 15 anos da Aperipê FM com a primeira festa Global Beats em Aracaju”, afirma o apresentador Émerson Bezerra, mais conhecido como DJ Kaska. Durante os oito anos que morou na Espanha, ele intensificou o resgate das raízes brasileiras para compor seu repertório, misturando às batidas eletrônicas ritmos como a bossa, o samba de roda e o samba de coco. A música africana e a balcânica também são características em suas fusões com a música eletrônica. A marca Global Beats nasceu a partir dessa fusão da brasilidade com outros ritmos do mundo, o que passou a ser uma constante em seu repertório que circulou a Europa.

DJ Dolores, sergipano radicado em pernambuco
Para o DJ Patrick Tor4 – que é baiano de nascença e sergipano de coração – o evento, além de uma grande confraternização, representa uma das tendências mais modernas da música eletrônica, feita nas periferias de todo o mundo e com os sotaques de cada localidade.  “É um caminho sonoro que cada vez mais ocupa espaço nas pistas de dança no Brasil e no mundo. Em julho, toquei em um festival na Europa que tinha uma pista de dança com seis DJs exclusivamente desta tendência Global Beats”, reassaltou. Patrick, que atualmente mora no Pará, tem seu trabalho marcado pelos ritmos tropicais, como o carimbó, a cúmbia e o tecnobrega.

A Global Beats contará também com uma atração internacional: o DJ alemão Axe.l, que atua em gestão cultural há cerca de 15 anos na área de eventos e produções comerciais. “Axe.l é um dos principais DJs alemães da atualidade e faz parte do projeto Globalibre World Culture Club, tocando em seu repertório o que há de mais novo e moderno na música mundial, indo do funk carioca ao kuduro africano, da cúmbia argentina aos balkan beats do leste europeu”.

Já o renomado DJ Dolores – que é sergipano radicado há muitos anos em Pernambuco – agrega ao jazz elementos do Nordeste, como o coco, maracatu e o forró. “É sempre uma enorme satisfação tocar em Aracaju, voltar ao ninho de onde voei ainda bem jovem. Tenho viajado bastante pelo mundo com esse show, que não se trata de uma discotecagem normal. É como se eu manipulasse um estúdio ao vivo, recriando as faixas, mixando com outras, inventando tudo na hora. Da minha parte, prometo fazer todos dançarem”, assegurou Dolores.

A Global Beats representa muito bem a abertura da rádio Aperipê FM para as tendências da música mundial, sem esquecer as raízes. E por falar em raízes, três dos DJs que tocam nesta sexta na Global Beats retornam às origens sergipanas com o convidado especial da Alemanhã para festejar os 15 anos da Aperipê FM. “O público não pode ficar de fora de mais esta grande festa que a Aperipê preparou especialmente para comemorar o aniversário da rádio que toca, todos os dias, o melhor da música sergipana, brasileira e do mundo”, ressaltou o diretor da Aperipê FM, Edézio Aragão.

Show no Parque da Sementeira

As comemorações pelos 15 anos da Aperipê FM encerram neste sábado, 18 de dezembro, quando acontece a tão esperada Mostra Aperipê FM 15 Anos no Parque da Sementeira, a partir das 16h. A série de shows conta com a participação da banda pernambucana Mundo Livre S/A que foi uma das precursoras do movimento mangue beat juntamente com Chico Science e Nação Zumbi. No time sergipano, Patrícia Polayne, The Baggios, Cabedal e Café Pequeno – destaques no Festival Aperipê de Música – além de Lacertae e Edelson Pantera, nomes com mais de dez anos de estrada e que tocam, respectivamente, MPB e um rock psicodélico com elementos da música nordestina. Como não pode faltar o tradicional forró entre os representantes sergipanos, o sanfoneiro Cobra Verde marca presença com todo o seu talento de improvisar virtuosos acordes na sanfona. E para ninguém ficar parado, o rapper Hot Black e Dj Kasca comandam a festa nos intervalos entre uma banda e outra.

Fonte: Aperipê

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais