Governador destaca título da Unesco para Praça São Francisco

0

Na ocasião o governador Marcelo Déda falou sobre todo o processo de escolha (Fotos: Portal Infonet
O governo do Estado reuniu toda a imprensa nesta segunda-feira, 2, no auditório do Palácio de Despachos para falar sobre o processo de escolha da Praça São Francisco, em São Cristóvão, como Patrimônio da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (Unesco), no último domingo, 1º. Na oportunidade o governador do Estado Marcelo Déda falou sobre todo o processo de escolha.

“Tudo começou em 2007, quando a Unesco enviou diplomatas para visitar a praça, mas o parecer foi negativo em função de vários problemas que foram verificados, inclusive na conservação do Patrimônio. Então refizemos o projeto e assumimos o compromisso de investimento com a Unesco, buscamos o Governo Federal – em especial o Ministério da Cultura e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Mobilizamos a comunidade e nos envolvemos com intelectuais, cidadãos de São Cristóvão e estudiosos para criar o movimento real”, explica.

A escolha da Praça São Francisco destaca o Brasil como o segundo país que mais tem patrimônios históricos entre as economias emergentes; o primeiro é o México. Com a Praça, já são 18 patrimônios brasileiros.

Historiadora destacou a honra do título recebido pela Praça São Francisco
Segundo o governador, algumas autoridades nacionais foram de fundamental importância para a escolha da praça. “Em outra ocasião vamos condecorar com a medalha da ordem do Mérito Serigy o ministro Juca Ferreira, o ministro das relações exteriores, Celso Amorin, o embaixador do Brasil junto a Unesco, João Carlos de Souza Gomes, além de outras pessoas que foram fundamentais para a escolha”, revela.

De acordo com a superintendente do Iphan em Sergipe, a professora e historiadora Terezinha Oliva, a expectativa é que a escolha traga muitos bons resultados para São Cristóvão. “É um título importantíssimo, nem todo mundo percebe o alcance desse título. Com a divulgação internacional, São Cristóvão é colocada num circuito muito privilegiado. É claro que a mudança já houve com a própria candidatura, pois foram feitas diversas providências na preservação de bens, proibição na circulação de veículos e da própria população que se engajou”, ressalta.

Por Bruno Antunes

Comentários