Hip Hop Mineiro passa por Aracaju

0

Renegado vive fase de reconhecimento de sua música / Foto: Portal Infonet
Conhecido como rapper ‘Renegado’, Flávio de Abreu Lourenço, 27 anos, vencedor do prêmio Hutúz 2008 – o maior do gênero hip hop na América Latina – esteve essa semana em Aracaju. Recém chegado de uma apresentação em Salvador, o rapper fez uma participação na Rua da Cultura esta segunda-feira, 26, e segue nesta quarta-feira, 28, para Recife e Porto de Galinhas, para o ‘Festival Grito Rock’.

O rapper mineiro, que está numa fase de ascensão, explica que a inovação faz parte de sua música. “O hip hop é um ritmo que, como outros estilos musicais, falam da cultura e do momento de um povo. Nosso hip hop não tinha nada de nacionalista, nós copiávamos o estilo das músicas norte-americanas sem muitas novidades. A minha música fala de fé, de perspectivas de futuro, enfim, não quero repetir o que já vivi, quero incentivar um novo pensamento”, conta.

Em seu primeiro disco solo, “Do Oiapoque a Nova York”, o artista reúne 13 canções nas quais transita livremente por vários estilos. “Meu rap tem referências nacionais como: maracatu, samba, bossa nova, baião, mas também mesclo com um pouco de ritmo cubano, um pouco de reggae e muita Black music”, explica.

Renegado também é instrumentista e utiliza o violão em meio às batidas eletrônicas, fazendo com que suas músicas adquiram uma musicalidade diversificada. Toda a sua originalidade, explica o rapper, “é para trazer o rap para o cotidiano do brasileiro. Quero que cada vez mais pessoas ouçam minha música. Ao mesmo tempo que canto a minha tribo eu dialogo com o mundo”.

Comentários