Lança-perfume e loló podem levar à prisão

0

A Polícia Federal alerta que quem for pego utilizando, transportando, vendendo ou estocando lança-perfume durante o Pré-Caju pode ser preso. Mais de 40 agentes federais vão estar infiltrados nos blocos e circulando pelo percurso da festa. O trabalho será feito em parceria com a Delegacia de Entorpecentes da secretaria de Segurança Pública. A lança-perfume e o loló são substâncias químicas tóxicas. Causam euforia, excitação, perturbações oral, auditiva e visual, depressão cerebral, inconsciência, queda de pressão e, em casos mais graves, coma e morte. Os inalantes, somados a esforços físicos como pular e dançar, fazem com que o número de batimentos cardíacos aumente. Isso força o funcionamento do coração, podendo levar à morte por síncope cardíaca, principalmente em adolescentes. CRIME – A lança-perfume está inserida na relação de substâncias entorpecentes e drogas proibidas. O usuário pode ser preso e pegar de seis a dois anos de detenção. O traficante, de três a 15 anos de reclusão, de acordo com a lei 6368/76. Por Janaina Cruz

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais