Livro póstumo é lançado na Sociedade Semear

0

Livro póstumo foi lançado nesta quarta-feira, 22 (Fotos: Portal Infonet)
No final da tarde desta quarta-feira, 22, a Editora do Diário Oficial de Sergipe promoveu o lançamento do livro ‘Os ícones de um terremoto: Golpe Militar, repressão e resistência política’, da autoria do economista e jornalista sergipano Paulo Barbosa Araújo (in memorian). O evento, realizado na Sociedade Semear, contou com a presença de parentes e amigos do autor, além do público em geral.  

 

Há dez anos, Paulo Barbosa escrevia o livro e deixava para a posteridade sua reflexão sobre o período ditatorial que o país enfrentou após o golpe de 64. De acordo com Osa de Araújo, esposa do autor e organizadora do livro, Paulo deixou bastante material que não poderia ficar escondido.

 

Esposa e filhos de Paulo organizaram a publicação
“O livro traz idéias, reflexões do movimento armado de 64, daí vimos o quanto é imprescindível que as pessoas tenham acesso a essas informações. Resolvemos publicá-lo porque não queríamos que o tempo destruísse registros tão ricos da nossa história política e social”, diz Osa.

 

Dentre vários amigos do autor, o aposentado Milton Coelho não poderia faltar ao evento. Cego pela ditadura, ele vivenciou na pele o terror da ditadura militar junto com o autor do livro.

 

“Todo relato histórico sobre a ditadura aqui em Sergipe, é fundamental para que as novas gerações conheçam todo o processo. Fui amigo de Paulo, e em 1976 fui seqüestrado, torturado e cego. Ainda assim encontrei o companheirismo de Paulo em todos esses momentos”,

Milton foi amigo do autor e viveu o terror da ditadura militar em Sergipe
conta Milton.

 

Livro

 

‘Os ícones de um terremoto: Golpe Militar, repressão e resistência política’, aborda o contexto da Ditadura Militar em Sergipe, através da apresentação do cenário do regime em diversas nações da América Latina.

 

Além de retratar o panorama da Ditadura em prisões e os diversos casos de torturas, o autor traz a tona a Operação Cajueiro registrada em 1976 em Sergipe, executada pelo Exército que teve a intenção de derrotar o Partido Comunista Brasileiro (PCB) do Estado.

 

Livro fala da ditadura em Sergipe
A obra faz parte do Projeto ‘Memórias Reveladas’, lançado neste mês pela Casa Civil, da Presidência da República e do Arquivo Nacional, no I Seminário Internacional sobre Acesso e Informação e Direitos Humanos.

 

O autor

 

Economista, jornalista e professor universitário, Paulo Barbosa Araújo, nasceu em 1937, no município de Neópolis, a 121 km de Aracaju. Escreveu diversas obras sobre Economia e Política, além de ter trabalhado em jornais como a Gazeta de Sergipe e O Estado de São Paulo.

 

Foi professor da Universidade Federal de Sergipe (UFS) e da Universidade Tiradentes (Unit). Após diversas atuações de Paulo no estado, em 2008 foi lançado o livro póstumo ‘Petróleo, Por que Sabotado?’, publicado pela Associação de Engenheiros da Petrobrás (AEPET – UN-SEAL). Em 2009, falece em Aracaju.

Comentários