Longa metragem “A Pelada” recebe Tuca Andrada

0

(Foto: Michel De Backer)

O ator Tuca Andrada veio a Sergipe participar das filmagens do longa metragem "A Pelada". No filme, ele faz uma participação especial como Tio Gilvan. O filme está sendo gravado em Aracaju desde o dia 18 de janeiro, é protagonizado pelos atores Kika Farias e Bruno Pêgo, e tem grande parte do elenco formado por atores sergipanos como Orlando Vieira, Walmir Sandes, Diane Veloso, Vitória Barreto, Denver Paraizo, entre outros.

“A Pelada” é a primeira co-produção entre França, Bélgica e Sergipe da história do cinema. E uma joint venture entre a renomada produtora belga Tarantula, a Mpointproductions, também belga, a francesa Urban Factory e pela WG Produções e a Fundação Aperipê em Sergipe. O projeto é patrocinado pelo Ministério da Cultura e do Audiovisual belga (Centre du Cinema), Fundo de Patrocínio do Governo do Estado de Sergipe, Banese e tem apoio do Mistão, Mercure Aracaju Delmar, Apart Hotel Residence, Superlux, entre outros apoiadores locais.

O Filme

"A Pelada” conta a história de um jovem casal, Caio e Sandra, que acha necessário passar por experiências novas para reanimar a paixão de seu casamento, em sua primeira crise séria. Eles enfrentam situações cada vez mais constrangedoras e cômicas, sem que melhoria nenhuma se realize no seu casamento.

Ao contrário, o relacionamento piora dramaticamente à medida que surgem as revelações dos desejos e das mentiras de cada um. Até que as coisas sofrem uma reviravolta surpreendente, levando o casal ao limite de seus desejos. Essa última prova dos seus sentimentos profundos faz renascer o amor cúmplice de forma inesperada.

Uma comédia de costumes leve, moderna e urbana, “A Pelada” fará um retrato da cidade de Aracaju e de alguns aspectos da sociedade sergipana contemporânea que ainda não tiveram a sua vez nos telões.

Por trás das aventuras de Caio e Sandra, o filme mostra Aracaju com o seu ritmo particular, seu sotaque, seu clima, a sua luz e sua gente. É o retrato de uma cidade em ebulição e rica de contrastes, reflexo do Brasil de maneira geral.

Assim, o filme capta Sergipe e Aracaju em um momento singular de sua história, através das emoções e situações universais vividas por um casal sergipano.

Os atores

Com elenco formado por atores nordestinos experientes e revelações recentes, além de profissionais sergipanos, esse filme é a oportunidade de conhecer os talentos que estão despontando no cenário nacional.

Fonte: Produção Executiva

Comentários