Lula Ribeiro lança seu primeiro DVD

0

Um novo CD acompanhado do seu primeiro DVD, é assim que o cantor Lula Ribeiro começará o ano de 2008. Gravado durante show no Bar do Tom, no Rio de Janeiro, no final do ano passado, o novo trabalho, “Palavras que não dizem tudo”, é uma retrospectiva de 21 anos de discografia e de cinco discos deste aracajuano que deixou sua terra natal há mais de 20 anos em busca de conhecimento musical na capital fluminense.

Neste primeiro DVD, que também traz quatro músicas inéditas, Lula tem Suely Machado, diretora do grupo de Dança Primeiro Ato, como parceira na direção artística do show, além das participações de Paulinho Moska, Luiz Melodia e Sérgio Chiavazzoli. Para completar as novidades em sua carreira, o músico lança um novo site, que tem o apoio do Portal Infonet. Lula Ribeiro conta nesta entrevista, detalhes do DVD, a parceria com o cantor Zeca Baleiro e sua trajetória musical.

Portal Infonet – O que traz de novo o CD e DVD “Palavras que não dizem tudo”?
Lula Ribeiro – A novidade é que eu faço uma geral dos meus cincos discos e estou trazendo quatro músicas novas, porque eu não queria pegar só regravações. É uma cara mais nova do meu atual momento. Tem a participação de grandes pessoas… A direção artística do show do DVD é minha e de Suely Machado. Tem ainda as participações de Luiz Melodia, Paulinho Moska e Sérgio Chiavazzoli. E conto com uma superbanda que tem Artur Maia, que é meu produtor musical e toca baixo também no show; Marco Lobo, percussão; Peguinho Santana, guitarra; Vítor Santiago, sax e flauta; Marcos Kinder, bateria e Claudinho, teclado e piano.

Infonet – Como surgiu a idéia de fazer o DVD?
LR – Desde que eu lancei o ‘Algum Alguém’ [o último CD], o pessoal da [Gravadora] Sony, que na época eu estava com eles, disseram ‘Lula no próximo vamos fazer um DVD’ e isso ficou em minha cabeça.

Infonet – Ficou como você imaginava?
LR – Fiquei feliz com todo processo, com as pessoas que estão junto comigo. Os extras que estão no DVD é uma coisa interessante. Tem depoimentos de cada compositor parceiro meu, que fez música comigo. Tem o Zé Messias, grande mestre da música brasileira, um cara que me adotou no Rio [de Janeiro]. Nelson Freitas que é ator. São pessoas que fazem parte da minha história na música. Entre os extras eu coloquei um clipe com a música chamada ‘Te amo Aracaju’, uma homenagem que estou fazendo à minha terra. Eu vim aqui no final do ano passado e fizemos imagens em alguns cenários da cidade.

Infonet – E a participação de Paulinho Moska e Luiz Melodia no DVD?
LR – Paulinho, pelo seguinte: no meu disco ‘Muito Prazer’ ele gravou a música ‘Porto’ comigo, que é um fado. No lançamento deste disco no Canecão ele cantou comigo essa música e cantou ‘Mercê de Você’, que é uma música minha com Ismar Barreto. Como eu ia gravar essas duas músicas no DVD, chamei ele para ser um dos convidados especiais do show. O Melodia, como eu tinha regravado ‘Congênito’, uma música que teve uma repercussão muito boa, então eu convidei para participar.

Infonet – E essa parceria com Zeca Baleiro?
LR – O Zeca a gente se conhece há muitos anos, já fizemos shows juntos. A gente está sempre falando em fazer uma parceria e agora rolou essa parceria. Ele tem um projeto chamado Baile do Baleiro, onde ele convida algumas pessoas para fazer parte do show com ele. E eu vou fazer agora, dia 4 de dezembro, em São Paulo.

Infonet – E quando deverá ocorrer o lançamento do CD e do DVD?
LR – Final de fevereiro, vamos deixar passar o carnaval, aí a gente começa a turnê de lançamento do DVD. Faz primeiro Rio, São Paulo, Belo Horizonte, vem para Aracaju, Salvador…

Infonet – O que levou a você deixar Aracaju, há cerca de 22 anos, para tentar a carreira no Rio de Janeiro?
LR –
Foi a minha busca de conhecimento, minha busca de aprendizado, de crescimento na música, coisa que na época a gente não tinha essa opção em Aracaju, hoje já tem. Eu fui realmente cantar, eu queria estar junto do movimento, dos meus ídolos, queria estar próximo dessas pessoas, queria estar trabalhando com essas pessoas, trabalhando com os mesmos músicos deles.

Infonet – Quem são seus ídolos?
LR –
O pessoal da Tropicália, principalmente, Caetano e Gil, mas eu ouvi muito, desde pequeno, meu pai cantando com meus tios fazendo as serestas e serenatas maravilhosas. E via eles cantando Noel Rosa, Pixinguinha, Cartola, Dolores Duran, Luiz Gonzaga, são pessoas que fazem parte da minha história. Depois eu fui buscar outras informações e foi quando descobrir a Bossa Nova e a Tropicália que são, realmente, os movimentos que me fazem mais compositor, mais cantor. Esses dois movimentos me inspiram a compor e a cantar, a fazer música.

Veja trecho da entrevista:


Enquanto carrega é normal o audio/vídeo aparecer pulando e aos poucos.
Após completar o downloado clique em play para reproduzir corretamente.

Por Paulo Rolemberg

Comentários