Mário Luna: “Fotografar para mim é expressar uma maneira de ver”

0

Mário Luna
Apesar de ter nascido na Bahia, na cidade de Irecê, o fotógrafo Mário Luna é um aracajuano de coração. Tanto que seu interesse em retratar a realidade da capital sergipana vai lhe render uma participação na 9ª edição do Cantinho da Arte Unimed, que será aberta na próxima segunda-feira, 4, às 18h, na Sempre Unimed – Rua Dom Bosco, 499, bairro Cirurgia. Além de promover pintura, literatura e música, o evento conta com a exposição, pela primeira vez, das fotografias de Mário sobre o mercado municipal, que, segundo ele, possui uma luz única. Sua mostra, intitulada ‘Retalhos de Aracaju’, vai retratar o cotidiano do mercado de forma particular. O olhar de Mário tem como objetivo ressaltar nuances sensíveis, nunca exploradas antes.

Seu interesse de Mário Luna por fotografia nasceu por conta de sua madrasta, a também fotógrafa Marisa Viana, que sempre o incentivou a fotografar. Mário é graduado em cursos de fotografia pelo Senac/SP e já trabalhou em coberturas fotográficas como as da Semana de Moda do Shopping Iguatemi e do Festival de Verão do Aeroclube, ambas em Salvador. Atualmente, ele trabalha como fotógrafo na Universidade Tiradentes (Unit). Mário bateu um papo exclusivo com o Portal Infonet sobre sua vida e sobre o seu trabalho, e você confere agora:

 

Portal Infonet – Como você conheceu a fotografia?

Mário Luna – Olha, a fotografia eu conheci desde pequeno. Mas, profissionalmente, eu conheci com minha madrasta, em Salvador, em 1997.

 

Infonet – Por que você decidiu se tornar fotógrafo?

ML – Por paixão!

 

Infonet – Para você, o que é fotografar?

ML – Fotografar para mim é expressar uma maneira de ver, de sentir as coisas que eu vejo, a maneira diferente de olhar.

 

Infonet – Você vai expor agora dia 4. Qual o tema dessa exposição?

ML – O tema são detalhes do Mercado de Aracaju, que é um mercado que tem uma iluminação, pelo que eu conheço, só no Brasil tem. Isso torna a maneira de fotografar muito gostosa.

 

Infonet – Por que você escolheu esse tema?

ML – Quando houve o convite da Unimed, resolvi escolher as fotos do mercado para a exposição. Na verdade, ela é uma mostra do cotidiano de Aracaju.

 

Infonet – Esse tema tem a ver com sua escolha de vir morar em Aracaju?

ML – Em parte, sim.

 

Infonet – Por que, então, você veio morar em Aracaju?

ML – Em busca de paz, de tranqüilidade, de coisas novas.

 

Infonet – O que você gosta de fotografar?

ML – Eu gosto muito de fazer objetos, retrato, publicidade em geral.

 

Infonet – Quais foram seus trabalhos anteriores?

ML – Já tive trabalhos como carnaval e festivais de verão. Exposição mesmo é a primeira que eu estou participando.

 

Infonet – E quais seus projetos para o futuro?

ML – Montar uma exposição só de Aracaju. Um olhar diferente da cidade, com fotos que as pessoas não tenham feito ainda. Por enquanto, só isso.

Comentários