Material que iria para o lixo vira arte

0

Garrafas viram até abajur nas mãos de Ana e Fernnando
Garrafas, CD’s, DVD’s, Lp’s, potes de plástico, pano, papelão… Todos esses objetos e materiais que comumente vão para o lixo viram arte nas mãos de Fernando e Ana Cristina. O hobby que começou há dois anos tem rendido um dinheirinho extra para a família.

“Me realizo fazendo este trabalho”, afirma Ana Cristina Conceição, dona de casa e mão de dez filhos. Ela começou a fazer arte colando recortes em garrafas de vidro. Com o tempo e com ajuda de revistas de trabalhos manuais começou a utilizar tinta para cobrir de forma criativa as garrafas, que se não estivesse em suas mãos estariam engordando as lixeiras.

Todo o material utilizado 

LPs viram belos objetos de decoração
para fazer os trabalhos são frutos de doações. “As pessoas que sabem do nosso trabalho sempre trazem garrafas, CDs ou DVDs arranhados e deixam aqui na porta de casa”, explica Fernando Silva, que trabalha como fotojornalista e ajuda nos trabalhos manuais da esposa. “Se eu não ajudar não como”, brinca.

Com o tempo os trabalhos foram se aprimorando e as pessoas que passavam pela porta da casa de Fernando e Cristina foram se interessando pelas garrafas decoradas, pelos CDs, DVDs e Lps que enfeitam as paredes da casa e pela criatividade do casal, que está sempre em busca de novidades. Hoje a venda é segundo eles, “razoavelmente boa”. “Com tanta gente em casa tem que encontrar

Fernando e Ana Cristina fazem trabalho que rende dinheiro extra e ajuda a natureza  
uma forma de ter uma renda extra”, ressalta Fernando.

O casal tem planos para expor os trabalhos, mas por enquanto quem quiser conferir de perto os objetos de decoração produzidos por eles pode se dirigir à residência da família localizada rua Sargento Marcelino, número 402, no loteament Pau Ferro no Santos Dumont.



Por Carla Sousa



Comentários