Memorial Judiciário recebe exposição

0

Exposição será aberta nesta sexta-feira, 5 (Foto: Arquivo Infonet)
O Memorial do Judiciário de Sergipe será um dos espaços que receberá, de 5 a 28 de novembro, a maior mostra simultânea já realizada no país. A “Galeria Caixa Brasil” vai expor o acervo artístico do banco – que inclui trabalhos de Djanira, Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, entre outros – nas 27 capitais, como parte das comemorações dos 150 anos da Caixa. Em Aracaju, a abertura acontece no próximo dia 5, sexta-feira, às 19 horas, no Memorial do Judiciário, localizado na Praça Olímpio Campos, no Centro.

No total, serão 600 obras de arte espalhadas pelo país, entre pinturas, gravuras, fotografias, serigrafias, desenhos e outras técnicas. O visitante, em cada um dos 27 locais da mostra, poderá votar nas três obras preferidas. Ao final das exposições, as três peças eleitas em cada capital, totalizando 81, comporão cinco novas exposições fruto da preferência popular. Estas poderão ser visitadas em janeiro de 2011, quando o banco comemora seus 150 anos, nos cinco espaços da Caixa Cultural pelo país.

Para a realização da exposição “Galeria Caixa Brasil” o banco reuniu seu know-how adquirido ao longo de anos de adoção de uma política de guarda e conservação de obras de arte. Aspectos relacionados à segurança das obras, à adequação técnica dos espaços expositivos e à acessibilidade foram considerados na definição das parcerias que viabilizaram a abertura da mostra em cidades onde ainda não existem unidades da caixa Cultural.

A Caixa possui um acervo artístico composto por quase 2 mil obras entre pinturas, esculturas, tapeçarias, fotografias e gravuras. A formação desse acervo deu-se por aquisições de coleções temáticas – que tem como marco o ano de 1968, quando a Caixa começou a encomendar obras de renomados artistas brasileiros; pela incorporação de 246 obras do acervo do extinto Banco Nacional da Habitação (BNH), em 1986; passando pela aquisição da Coleção Brasília, em 1987, a coleção do V Centenário em 1998/9 e, também, por algumas doações de artistas expositores.

O acervo da Caixa abrange um longo período das artes plásticas no Brasil, estando representadas pelo acervo quatro gerações de artistas brasileiros, formando um amplo quadro da diversidade de escolas e tendências que marcam a produção dos últimos cem anos. A primeira coleção é composta por obras de artistas consagrados, adquiridas para ilustração de bilhetes da Loteria Federal em datas comemorativas como Natal, São João, Independência, Carnaval e Inconfidência Mineira.

Fonte: Ascom/TJSE

Comentários