MHS prorroga exposições temporárias

0
A exposição ficará em cartaz até 10 de agosto. (Foto: Divulgação)

Até o próximo dia 10 de agosto, segue em cartaz no Museu Histórico de Sergipe (MHS) a exposição ‘Cédulas, moedas e selos: Memória e História na palma da mão’. A mostra dos objetos do colecionador Waldemar Neto está exposta desde o dia 5 de junho e estava prevista para terminar no último dia 8 de julho. No entanto, a direção do MHS resolveu prorrogar a exposição para dar oportunidade ao público, em especial aos estudantes, de entrarem em contato com a história contada através das moedas, cédula e selos do colecionador.

“Nós vamos fazer uma última chamada para que as escolas possam trazer os estudantes para visitar a exposição, já que no mês de junho muitas delas estavam de férias ou em recesso”, explica o diretor do MHS, Thiago Fragata. A exposição ‘Cédulas, moedas e selos’ é fruto de uma parceria entre a Secretaria do Estado da Cultura (Secult) e Correios.

Quem for ao MHS nesse período também poderá conferir a exposição temporária ‘Coleções & Colecionadores’, que traz diversos objetos de coleções particulares, inclusive de moradores de São Cristóvão que gentilmente cederam seus objetos para compor a exposição. Além de expor as coleções, o objetivo da mostra é fomentar a interação entre colecionadores e simpatizantes e envolver a comunidade nas atividades no museu.

“Nós temos recebido um retorno muito bom dos visitantes. E essa exposição também tem contribuído para aproximar a comunidade de São Cristóvão das ações do museu, pois nós entendemos o museu não como um espaço exclusivo do turista, é também uma casa de pesquisa e da comunidade em geral. E as exposições temporárias cumprem bem esse papel, pois estamos sempre trazendo temas de interesse da comunidade”, destaca Thiago Fragata.

Nessas duas exposições em cartaz no MHS, os visitantes poderão ter contato com diversos objetos raros e curiosos, a exemplo da moeda de Tobias Barreto, o único sergipano a ter o rosto estampado em peças monetárias do Brasil. Além disso, como parte do acervo dos colecionadores, o público poderá conferir diversos gibis, cartões telefônicos, além de discos em vinil e uma radiola da década de 60 em perfeito estado de conservação.

O Museu Histórico de Sergipe fica localizado na Praça São Francisco, em São Cristóvão, e está aberta à visitação de terça a domingo no horário das 10h às 16h.  As visitas guiadas podem ser agendadas através do telefone (79) 3261-1435.

Fonte: Ascom Secult

Comentários