Michel Legrand faz concerto inédito com a Orquestra de Sergipe

0

Orquestra Sinfônica / Foto: Márcio Dantas
Os ingressos para o espetáculo do pianista francês Michel Legrand, que vai se apresentar com a Orquestra Sinfônica de Sergipe (ORSSE) na próxima quinta-feira, 18, no Teatro Tobias Barreto, estão esgotados. Legrand, um dos mais importantes compositores do mundo, fará sua apresentação com a participação especial da sua esposa, a harpista Catherine Michel, e da cantora Patty Ascher, sua convidada especial, a convite do maestro Guilherme Mannis, regente da ORSSE.

“Estamos vivenciando o ‘Ano da França no Brasil’, buscando aprofundar as relações também no âmbito cultural entre os dois países e Sergipe não poderia ficar fora dessa iniciativa que celebra laços tão importantes. Para isso, a Orquestra Sinfônica de Sergipe está realizando o espetáculo com a participação desse notável artista que é o pianista Michel Legrand. A ORSSE, que cada vez mais ganha destaque no Brasil, fazendo com que o nome de Sergipe circule entre estados importantes da cena cultural do país, mostrando que aqui nós também desenvolvemos uma música de qualidade, agora colabora com essa grande iniciativa que vai mostrar aos brasileiros as diversas facetas da França contemporânea e ampliar as oportunidades de intercâmbio entre os dois países”, afirma a secretária de Estado da Cultura, Eloísa Galdino.

Ano da França

O ‘Ano da França no Brasil’, também conhecido como ‘França.Br 2009’, é fruto de um acordo 

Michel Legrand
firmado entre os presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Nicolas Sarkozy, em reciprocidade ao ‘Ano do Brasil na França’, que ocorreu em 2005, e tem coordenação dos ministérios brasileiros da Cultura e das Relações Exteriores com a França. A iniciativa teve início em abril e acontece até novembro, proporcionando à França a oportunidade de apresentar, nas diversas regiões brasileiras, ações econômicas, científicas e culturais.

Como parte das ações culturais, o França.Br apresenta ao público brasileiro exposições, shows, concertos, ciclos de cinema, seminários e festivais. Os projetos culturais foram inscritos no Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac) e recebem investimento do Ministério da Cultura  (MinC) para execução. O evento de quinta-feira recebe apoio do MinC e será a primeira manifestação nesse sentido em Sergipe.

No repertório, jazz e canções conhecidas do cinema como Summer Knows, Yentl, Le Moulin de mon coeur, What are you doing for the rest of your life? e How do you keep the music playing – essa última em dueto com Patty Ascher. A regência será compartilhada entre Legrand e o diretor artístico da ORSSE, Guilherme Mannis.
 
Michel Legrand

Michel  Legrand, pianista, arranjador e compositor francês, nasceu em Paris em 1932 e é considerado um dos maiores compositores do mundo com seu estilo sofisticado e marcante e suas canções imortais. Construiu uma carreira de sucesso criando trilhas sonoras inovadoras para o cinema e compondo para musicais. É vencedor de prêmios do Oscar e do Grammy. Fez história também no mundo do jazz e na música clássica como maestro de orquestras nos Estados Unidos e

Catherine Michel
no Canadá. 
 
 
Catherine Michel

Catherine Michel, esposa de Michel Legrand, é considerada uma das mais importantes harpistas do  mundo e começou seus estudos de piano e harpa ainda criança, com a mãe, no Conservatoire d”Amiens, cidade francesa onde nasceu.

Depois seguiu para o Conservatório de Paris, onde estudou com Pierre Jamet, um dos mais extraordinários professores de harpa do século 20. Em 1978, Catherine já era indicada como solista da Orquestra Nacional da Ópera de Paris. 
 

Patty Ascher
Além de ensinar harpa na França, deu aula em importantes escolas de música da Alemanha e da Inglaterra. Hoje, lidera o Departamento de Harpa da Universidade de Zurich, na Suíça, e ministra Masterclasses por todo o mundo.
 
Patty Ascher

Patty Ascher nasceu em uma família de músicos. O pai integrou o conjunto Os Incríveis, na Jovem Guarda, e o tio é destacado maestro de artistas populares. Formada em Letras pela Universidade de São Paulo e com cursos de especialização na Espanha e em Nova York, a professora de literatura Patty Ascher teve um encontro que mudaria sua vida em 2006: após trocar e-mails com Roberto Menescal, nasceu o primeiro projeto em parceria, o Bacharach Bossa Club – álbum com grandes sucessos de Burt Bacharach em ritmo de Bossa Nova.

Fonte: ASN

Comentários