Mirante da 13 recebe exposição sobre Aracaju

0

Vista aérea da curva do Iate Clube de Aracaju  / Foto: André Moreira (AAN)
Uma viagem no tempo em 21 fotos. Essa é a proposta da exposição “Aracaju: o passado e o presente é o futuro”, promovida pela Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) em comemoração ao aniversário de 155 anos de Aracaju. A abertura acontece esta sexta, 19, às 20h, no Mirante da 13 de Julho. A mostra convida o público a conhecer como eram pontos simbólicos da cidade entre as décadas de 1920 e 1960, para então revê-los atualmente sob a ótica do desenvolvimento urbano.

As imagens antigas são dos historiadores Murillo Melins e Amâncio Cardoso, que cederam parte dos seus acervos para a exposição. Já as fotos atuais da cidade são dos cinco fotojornalistas da Secom – André Moreira, Alejandro Zambrana, Jorge Henrique, Lízia Martins e Silvio Rocha. A curadoria da exposição ficou a cargo do diretor da Galeria de Artes Álvaro Santos (GAAS), Luis Adelmo Soares, e do historiador Amâncio Cardoso, com produção da publicitária Eliene Nascimento.
Entre imagens novas e antigas, a viagem é narrada pelo historiador Amâncio, autor do texto das legendas, e começa com a romântica perspectiva da Colina do Santo Antônio, onde a Assembléia Provincial se reuniu para discutir a mudança da capital de São Cristóvão para Aracaju, em 1855.

As fotos mostram também, entre outros pontos, a praça Olímpio Campos, que abrigou as festividades dos 100 anos de Aracaju, em torno da Catedral Metropolitana. “Nela, os aracajuanos comemoravam os festejos natalinos, varando a noite no entorno do belíssimo templo neogótico”, descreve Amâncio Cardoso.

Para o curador da exposição, Luis Adelmo Soares, o desafio foi selecionar, entre centenas de fotografias históricas, as que pudessem refletir com propriedade o desenvolvimento e a modernidade que o aracajuano experimentou sem, no entanto, perder seus referenciais artísticos, geográficos e humanos. “Buscamos na coletânea um lastro que revelasse os sentimentos de pertencimento e contemplação do aracajuano pela sua terra, em palavras e imagens singelas, porém bem trabalhadas”, conta.

Segundo o secretário municipal de Comunicação Social, Marcos Cardoso, o intuito é atrair pessoas de todas as idades a contemplar uma Aracaju única, atraente e vigorosa numa nova perspectiva. “Buscamos nos arquivos do escritor Murillo Melins e do historiador Amâncio Cardoso informações e imagens de pontos conhecidos da cidade pela relevância social, turística e econômica. As cenas inspiraram os fotojornalistas a buscar novos olhares sobre esses planos”, revela.

Com informações da AAN

Comentários