Mostra Sesc Artes Cênicas encerrada no Tobias Barreto

0

Evento foi realizado no Teatro Tobias Barreto (Foto: Maria Odilia)

Na última quarta-feira, 26/10, às 20h, no palco do Teatro Tobias Barreto, o SESC encerrou a programação da terceira edição da Mostra SESC de Artes Cênicas, com o Grupo Amok (RJ), apresentando o espetáculo O Dragão, considerado pela crítica de teatro do jornal O Globo, Barbara Heliodora, de grande impacto e rara beleza.

O Dragão é uma criação sobre o conflito entre israelenses e palestinos a partir de fatos e depoimentos reais, pelo olhar de quatro personagens, dois palestinos e dois israelenses, com suas trágicas histórias e suas humanidades expostas.
Dirigido pela brasileira Ana Teixeira e pelo francês Stephane Brodt, Amok Teatro se dedica a um processo contínuo de pesquisa do trabalho de ator e das possibilidades de encenação, que se caracteriza pela busca de um rigor formal e de uma intensidade que o corpo afirma como sendo o lugar onde o teatro acontece.

Segundo Raquel Leite, gerente de cultura, durante 13 dias o SESC promoveu diuturnamente apresentações em diversos pontos da cidade, além de realizações de oficinas, cursos e debates. Em ambientes fechados ou espaços abertos a Mostra Sesc de Artes Cênicas exibiu o que há de melhor nas de áreas de teatro, circo e dança produzido no Estado. “Circulou pelos palcos de Aracaju 26 espetáculos, com montagens de 20 grupos da capital, dois do interior e três de estados como Pernambuco, Rio de Janeiro e São Paulo”, disse a gerente.

A vasta programação envolveu públicos de variadas faixas etárias: crianças da Escola SESC, comerciários da área central do comércio, usuários do restaurante da Universidade Federal de Sergipe, transeuntes do calçadão da praia 13 de julho, freqüentadores da Casa Rua da Cultura e unidades do SESC.

A Mostra teve inicio dia 14/10 com o objetivo de ampliar o acesso à produção artística de qualidade, promover intensa troca de experiências entre os agentes culturais, formar novos profissionais e movimentar uma engrenagem que envolve produtores, atores, bailarinos e músicos, poetas, artistas plásticos, técnicos e o público.

Para a diretora regional do SESC, Excelsa Machado, mais que um evento, a Mostra de Artes Cênicas celebra nossa diversidade criativa e investe no compromisso com o direito à Cultura.

Fonte: Ascom Sesc/SE

Comentários