MPE pede que igreja seja declarada de relevante valor cultural

0

O Ministério Público Estadual (MPE), através da Promotoria de Justiça do Meio Ambiente, Urbanismo e Patrimônio Cultural, ajuizou ação civil pública pedindo que a Igreja São Salvador, localizada à rua Laranjeiras, seja declarada, judicial e formalmente, como detentora de relevante valor cultural.

 

Com isso, a Arquidiocese de Aracaju, proprietária do templo, o município de Aracaju e o Estado de Sergipe passariam a ter a obrigação de preservá-la. Se for aceito o pedido do MPE, a Arquidiocese pode ser notificada para realizar obras e conservação, bem como sofrer sanções em caso de omissão.

 

Histórico

 

Em 1983, o Conselho Estadual de Cultura negou o tombamento da Igreja São Salvador. Recentemente, o historiador Amâncio Cardoso publicou o artigo titulado “Igreja São Salvador: primeiro templo católico de Aracaju”, em que destaca a importância cultural e histórica do prédio.

 

Segundo os fundamentos da ação civil pública, “a Igreja São Salvador, remanescente da arquitetura sergipana do século XIX, possui valor cultural (histórico e arquitetônico), de modo que há a necessidade premente de se preservar cada resquício da história e da cultura deste povo, sob pena do total desaparecimento dos registros das formas de ser e de viver, que bravamente – e apesar da indiferença de alguns – ainda sobrevivem ao passar dos anos”.

Comentários