Museus geridos pela Funcap participam da 13ª Primavera dos Museus

0
Os Museus geridos pela Fundação de Cultura e Arte Aperipê de Sergipe, participam desde a última segunda-feira, 23, da 13ª Primavera dos Museus (Foto: Funcap)

Disponibilizando novos motivos para os sergipanos se dedicarem à contemplação, preservação e usufruto de seu patrimônio, sua história e sua identidade cultural, os Museus geridos pela Fundação de Cultura e Arte Aperipê de Sergipe, participam desde a última segunda-feira, 23, da 13ª Primavera dos Museus, que acontece em todo o país.

O Museu Histórico de Sergipe; Museu de Arte Sacra de Laranjeiras; Casa de Cultura João Ribeiro e Museu Afro Brasileiro de Sergipe, contaram com uma vasta programação que incluiu: Rodas de Conversa, Cinema na Praça, Ações Educativas com participação de Escolas e exposições.

Este ano, a iniciativa, promovida pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), tem como tema Museus por Dentro, por Dentro dos Museus, que busca explorar os aspectos do cotidiano museológico, considerando os diversos métodos aos quais as coleções são submetidas no processo de formação, organização, conservação e exposição, para interação e fruição pelas pessoas ou grupos sociais.

O diretor de política cultural da Funcap/SE, Fredson Santana destacou a importância da participação dos museus sergipanos no evento. “Para a Funcap é uma satisfação imensa entrar para o calendário do Ibram, fazer essa adesão e levar essa vasta programação não só de debate, de conhecimento para a comunidade, mas também de fazer um momento de entretenimento e lazer, como foi em Laranjeiras e São Cristóvão. O governo de Sergipe acerta mais uma vez fazendo adesão do Ibram nessa questão desse calendário da 13ª Primavera dos Museus e a presidente Conceição Vieira dando também sua orientação trazendo sua mensagem, proporcionando para que nós possamos levar a cultura e conhecimento para as comunidades de Sergipe”.

“Primeiramente quero agradecer a iniciativa da Funcap, eu estou abismada porque alguns dos meus alunos, moradores aqui de São Cristóvão não conheciam o Museu Histórico de Sergipe, por incrível que pareça eu acho que a partir de hoje, depois deles assistirem esse documentário, as possibilidades vão se abrir, inclusive de mais atividades para além da escola, pois muitos ainda não conhecem a dimensão histórica dessa cidade e ações como essa é de grande importância até para resgatar a assinatura e a tradicionalidade da nossa cidade”, disse a professora Ivone Silva Santos.

A estudante Ana Carolina dos Santos, também afirmou que é importante promover eventos como esse, pois segundo ela muitas vezes o aluno não tem esse conhecimento. “Achei muito válido participar desse momento, pois eu acredito que o conhecimento vai além dos muros da Escola e nós precisamos valorizar mais nossa cultura e esse tema gerou um debate muito bom que serviu para expandir aprendizado. Estão todos de parabéns”, finalizou.

Finte: Funcap/SE

Comentários