Naurêa vai tocar no festival South By Southwest, nos EUA

0

Tocar no festival é a oportunidade de consolidar carreira internacional (Foto: Anselmo Pereira/Divulgação)
Enquanto a NaurÊa pensava em se deslocar mais ao sul e expandir fronteiras em direção à América Latina, os ventos sopraram mais ao norte. Isso porque em dezembro de 2010 a organização do South By Southwest (SXSW) anunciou o nome da banda como uma das selecionadas. A parte musical do evento, que envolve ainda cinema e interatividade, acontece entre os dias 16 e 20 de março na cidade de Austin, Texas, Estados Unidos. Ao todo, serão 10 dias de atividades, começando no dia 10.

Direto de Sergipe, o menor estado da federação brasileira e, proporcionalmente, com uma grande diversidade de manifestações culturais, a NaurÊa leva a Austin o samba atrelado ao baião, além de toda a sua explosão de referências, conceitos e ritmos. Acostumada com turnês do outro lado do Atlântico, na Europa, e cantando e tocando para espectadores que não falam português, a banda nordestina está acertando os últimos detalhes para contagiar o público especializado do SXSW.

Além de ver, o público do festival vai compartilhar da energia que faz os sergipanos vibrarem no verão da praia de Atalaia ou nas noites do Mercado Municipal de Aracaju. E quando tocam fora do Estado, não é diferente. A banda é composta por oito músicos inquietos e que, em sua maioria, enriquecem a banda a partir de experiências com seus projetos paralelos. Para a banda, a ida ao SXSW se apresenta estratégica para consolidar sua trajetória internacional. Assim como é para muitos grupos em início de carreira ou mesmo com mais tempo de estrada. Além da NaurÊa, mais outros múscicos representam o país no SXSW. Com diversidade de sons, a Constantina, de Belo Horizonte, Minas Gerais e Rosie and Me, de Curitiba, Paraná. De São Paulo, vão Thiago Pethit, Some Community, Tiê, Kiko Dinucci e Nana Rizinni.

Comentários