“No calor das artes” fica em exposição até agosto no Espaço Cultural da AL

0

Fotos: Janaína Santos
Com a alegria contagiante dos festejos juninos – e embalada por um autêntico forró – foi aberta na noite da última quinta-feira, 18, a programação do mês de junho do Espaço Cultural Djenal Queiroz, da Assembleia Legislativa de Sergipe. Com o tema “No calor das artes”, a mostra reúne pinturas da artista plástica Adriana Dantas, as fotografias de Júnior Beiramar e a artesania com foco na reciclagem de Aflauzídio Ribeiro, o Zio Ribeiro. As exposições prosseguem até 12 de agosto, se estendendo um pouco mais que o comum por conta do recesso parlamentar. A noite contou ainda com o lançamento do livro “Olhares de mulheres”, de Fabrícia Teixeira Borges, e a música de Carlos Moreno.

A mostra foi aberta pelo deputado estadual Wanderlê Correia (PMDB), que representou o presidente da Casa, deputado estadual Ulices Andrade (PDT). Em seu discurso, Wanderlê destacou a riqueza das exposições desta edição do espaço cultural. “Essa exposição vai atravessar praticamente três meses sem interrupção, em função do recesso parlamentar de julho. E poderia atravessar o ano inteiro, porque tem conteúdo e fôlego para tanto”, disse.

E o público pode conferir isso. Arte mesclada com arquitetura em telas trabalhadas com a tridimensionalidade. Este é um pouco do trabalho da artista plástica Adriana Dantas que os visitantes do Espaço Cultural da Assembleia Legislativa vão poder apreciar. A artista revelou que a referência básica de suas pinturas é a arquitetura, sua formação de origem. Por outro lado, a arte sempre foi sua paixão. E foi justamente por estar toda vida dividida entre a arte e a arquitetura que a partir de 2004 Adriana resolveu trabalhar essas duas faces juntas.

“Desde então venho desenvolvendo a arquitetura nas telas. Por isso minhas telas têm referência de construções”, disse Adriana. A artista ressaltou a importância de estar expondo no Espaço Cultural da Assembleia. “É uma honra ter sido convidada, porque estar neste espaço é um reconhecimento ao meu trabalho”, afirmou.

Desde 1997 ela realiza exposições em várias partes do país e no exterior, a exemplo de Valencia, na Espanha, numa exposição itinerante que depois do país europeu percorreu vários Estados do Brasil. A artista plástica Adriana Dantas é cearense de Fortaleza, mas há 10 anos mora em Aracaju e há seis faz parte do corpo docente efetivo do curso de Artes Visuais da Universidade Federal de Sergipe.

Cultura em cores

A riqueza da cultura sergipana pode ser vista na exposição fotográfica “Cores de Laranjeiras”, trazida pelo fotógrafo Júnior Beiramar para esta edição do Espaço Cultural. As imagens originalmente clicadas durante o tradicional Encontro Cultural de Laranjeiras deste ano receberam um tratamento especial em software para serem impressas em “canvas” (fotografia impressa em tela). A partir do convite da curadora do Espaço, a jornalista Ilma Fontes, as fotos foram reproduzidas em papel fotográfico, mantendo na redução o mesmo acabamento das originais. O que se vê são imagens do povo laranjeirense, na mais pura tradução da cultura que este povo exala.

A artesania de Aflauzídio Ribeiro dos Santos, ou simplesmente Zio Ribeiro, com certeza também vai encantar o público que for ao Espaço Cultural Djenal Queiroz até 12 de agosto. Peças feitas com materiais que iam para o lixo colorem o hall da Assembleia. Zio, que é natural do município sergipano de Tobias Barreto, contou que até 2003 pintava telas, mas nas horas vagas pegava algumas embalagens plásticas e ia trabalhando.

A cada peça construída ele ia gostando ainda mais do resultado dessa espécie de experimento e se entusiasmando a criar outros brinquedos. “Depois eu vi a possibilidade de transformar esse trabalho em telas, adaptando as tintas e os pincéis aos materiais recicláveis”, disse. E nas mãos do artista Zio tudo pode se transformar numa divertida brincadeira: garrafas pet, potes plásticos diversos, vasos de remédio, tampas de garrafas. Mas, além do reaproveitamento do que iria parar no lixo, a artesania desse tobiasbarretense tem sua mensagem cidadã. Os brinquedos e telas do artista trazem em seu bojo uma mensagem para as pessoas refletirem sobre a importância da preservação do meio ambiente, do respeito ao planeta e de cidadania. Zio Ribeiro realiza oficinas de arte em escolas e associações, levando essa mensagem a crianças e adolescentes.

Outro olhar

Durante a abertura da mostra “No calor das artes”, a doutora em Psicologia pela Universidade de Brasília (UnB) Fabrícia Teixeira Borges fez o lançamento do seu livro “Olhares de mulheres”, um estudo feito a partir do filme “Janelas da alma”, publicado pela Editora da Universidade Federal de Alagoas (Ufal), no ano passado. Segundo a autora, o objetivo do trabalho, resultado de sua tese de doutorado, foi analisar, através de relatos de mulheres do cotidiano – uma cabeleireira, uma dona de casa, uma cartomante e uma professoras – a construção de conceitos sobre o olhar, a partir da influência trazida pelo filme de João Jardim e Valter Carvalho.

“E a partir desse filme a gente investigou como foi que essas mulheres construíram outros conceitos sobre o que elas tinham antes”, explicou a autora, que é goiana, mas há alguns anos vive em Aracaju. Fabrícia Borges atualmente é professora titular da Universidade Tiradentes (Unit), onde integra a equipe do Núcleo de Pós-graduação em Educação e possui vasta experiência nas áreas de Psicologia da Educação, com ênfase em Psicologia Cultural.

A animação do coquetel de abertura da programação de junho do Espaço Cultural ficou por conta do veterano Carlos Moreno, aracajuano do bairro Cirurgia, apaixonado pelos ritmos nordestinos, que dá o toque do autêntico forró no seu no CD, disponibilizado para aquisição do público convidado. A nossa música regional tocada por Carlos Moreno e convidados animou o público que compareceu à Assembleia. No mais novo trabalho desse cantor, compositor e violonista com quase 30 anos de estrada, o público vai se encantar com um forró de verdade, gravado junto com alguns músicos amigos.

Fonte: Agência Alese

 

Comentários