O matuto dá show no Forró Caju

0

Vindo de uma formação de banda eclética, o cantor Gláucio Costa conhece bem outros estilos musicais, mas descobriu que seu dom era mesmo o de cantar forró. Inspirado nos mestres Luiz Gonzaga e Trio Nordestino, ele tira desses ícones da música regional exemplos para seguir em uma carreira que vem crescendo a cada ano.

Na estrada do forró há dez anos, Gláucio lançou este ano seu nono CD – O matuto cantador – e todo o seu trabalho mostra o autêntico forró pé-de-serra. Ele acredita que este CD irá agradar  seu público, como os demais. “Depois que me lancei como forrozeiro, sempre recebo elogios e vejo que o público realmente aprovou a minha escolha”, afirma o cantor.

Nascido em Pernambuco, sua música já conquistou o nordeste e, há quatro anos, vem atraindo os forrozeiros da região sudeste. “E assim que acabarem os festejos juninos por aqui, estarei indo para o sudeste lançar este mesmo CD em São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais”, informa.

Seu show na quarta noite de festejos do Forró Caju 2005 mostra o que ele e sua banda, formada por oito componentes, sabem fazer de melhor: forrofiar. O público respondeu com muita animação, mesmo sendo uma segunda-feira, não ficou ninguém parado na praça Hilton Lopes, local da festa. 

Por Valéria Bezerra 

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais