Obra sobre Ranulfo Prata será lançada em Aracaju

0
Livro foi organizado por Gilfrancisco Santos (Foto: Edise)

A Editora Diário Oficial de Sergipe – Edise lança o livro ‘Ranulfo Prata – Vida & Obra’. O evento que vai contar com a presença de Henrique Prata, neto do memorável Ranulfo Prata acontecerá no Museu da Gente Sergipana, no dia 11 de março, às 18h, em Aracaju (SE).

Nessa mesma ocasião, uma segunda obra será lançada, ‘A Providência’, de Henrique Prata, uma publicação da Editora Gente. Henrique é conhecido pelo seu trabalho à frente da Fundação Pio XII, mantenedora do Hospital de Amor, também conhecido como Hospital de Câncer de Barretos – SP.
Este livro organizado por Gilfrancisco Santos é o resultado de um profícuo trabalho de pesquisa, análise e avaliação da inegável obra de cunho social do humanista Ranulfo Prata, médico, cientista e romancista brasileiro. “Ele foi um dos mais importantes escritores do país, é sergipano de Lagarto e entrou na Faculdade de Medicina de Salvador, onde deu início a sua vida acadêmica e apresentou os primeiros interesses em literatura quando escreveu o conto ‘O tropeiro’, que foi publicado no Jornal ‘A Tarde’, de Salvador”, explica Gilfrancisco.
Segundo Gilfrancisco Santos a escolha do tema se deu quando chegou à Aracaju para coordenar o curso de Letras, da Universidade Tiradentes, e resolveu reunir uma lista de escritores para embasar suas aulas. Durante as pesquisas, notou sua familiarização com a história de Ranulfo Prata e decidiu embarcar nesse tema. “O livro é uma homenagem, uma dívida que temos com Ranulfo Prata”, ressalta.
O presidente da Empresa de Serviços Gráficos de Sergipe – Segrase, Ricardo Roriz, explica como a publicação dessa obra é especial: “Todos os amantes da literatura conhecem Ranulfo Prata e suas obras, sabe da importância que ele teve não só para o mundo literário, mas também para o campo da saúde. E é a história de mais um sergipano que ganhou o respeito nacional”, destaca. Completa dizendo que “tem orgulho da obra estar sendo publicada pela Edise”. Ricardo Roriz lembra que toda renda da venda dos livros será revertida para o Hospital de Amor.

Fonte: Assessoria de Imprensa  

 

Comentários