Oscar põe “Avatar” e “Guerra ao Terror” concorrentes em 9 categorias

0

No dia 7 de março, quando começar a festa de entrega do Oscar, teremos no palco do Kodak Theatre, em Los Angeles, a versão mais moderna da luta entre David e Golias. O grandão contra o pequeninho, aqui representados respectivamente por “Avatar” (superprodução de 230 milhões de dólares, mais a verba de lançamento)  e “Guerra ao Terror” – uma fita pequena, feita com apenas 10 milhões de dólares, por uma mulher, Kathryn Bigelow. Coincidentemente, ex-mulher de James Cameron, o responsável por “Avatar”.

Enquanto “Avatar” foi preparado para ser recebido com pompas pelos espectadores do mundo inteiro, que já deixaram nas bilheterias mais de 2 bilhões de dólares, um recorde absoluto, único na história do cinema, “Guerra ao Terror” (The Hurt Lucker) é um filme menor, pouco visto até nos Estados Unidos. No Brasil só foi lançado em DVD – mas agora está entrando em cartaz nos cinemas, para faturar o prestígio de estar na disputa do Oscar.

“Avatar” e “Guerra ao Terror” disputam cada um em nove categorias. Claro que “Avatar” deve levantar a maioria das estatuetas, mas só o fato de já estar na disputa já é uma vitória para “Guerra ao Terror”. Este ano, 10 títulos (antes eram 5) disputam o prêmio de melhor filme. Além dos dois já citados, estão no páreo “O Lado Cego”, “Distrito 9”, “Educação”, “Bastardos Inglórios”, “Preciosa”, “Um Homem Sério”, “Amor Sem Escalas” e a animação “Up”. Alguns destes títulos ainda não ganharam lançamento no Brasil.

Os cinco concorrentes de melhor diretor são: Cameron, por “Avatar” e Bigelow por “Guerra ao Terror”, Jason Reitman por “Amor Sem Escalas”, Quentin Tarantino por “Bastardos Inglórios” e Lee Daniels por “Preciosa”.

Os cinco concorrentes a melhor ator são: Jeff Bridges (“Coração Louco”), Morgan Freeman (“Invictus”), Matt Damon (“O Desinformante”),. Jeremy Renner (“Guerra ao Terror”) e George Clooney (“Amor Sem Escalas”). As melhores atrizes são: Sandra Bullock (“Um Sonho Possível”), pela primeira vez na disputa do Oscar; Meryl Streep (“Julie & Julia”), disputando pela 16ª vez, outro recorde;  Carey Mulligan (“Educação”), Helen Mirren (“The Last Station”) e Gabourey Sidibe (“Preciosa”)

No quadro de melhor ator coadjuvante, disputam: Christopher Waltz, por “Bastardos Inglórios”, pule de dez; Woody Harrelson, por “O Mensageiro”; Matt Damon, por “Invictus”, Stanley Tucci, por “Um Olhar do Paraíso”,  Christopher Plummer, “The Last Station”.

As concorrentes a melhor atriz coadjuvante são: Mo´nique, por “Preciosa”, estreante no cinema; Anna Kendrick, por “Amor Sem Escalas”; Vera Farmiga, pelo mesmo filme;Maggie Gyllenhaal, por “A Single Man” e, finalmente, a espanhola Penélope Cruz, poro “Nine”

É quase certa a vitória de “Up-Altas Aventuras”, na categoria de melhor animação, mas não será surpresa se o Oscar for para “A Princesa e o Sapo”, este um desenho animação na perfeita acepção da palavra. Os outros concorrentes são “O Fantástico Mr. Fox”, “The Secret of Kells”  e “Coraline”.

Por Ivan Valença

Comentários