Osesp realiza grande concerto em Aracaju dia 3

0

Apresentação da Orquestra Sinfônica de São Paulo (Foto: Divulgação)

Nesta quinta-feira, 3, os amantes da música clássica serão presenteados com um grande concerto da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp). A apresentação ocorrerá no Teatro Tobias Barreto (TTB), a partir das 21h. Esta é a terceira vez que Aracaju recebe uma das maiores orquestras sinfônicas do país. Desde a sua criação, em 1954, a Osesp vem trilhando um caminho cheio de conquistas e hoje é considerada referência para as sinfônicas brasileiras.

A Turnê Brasil, como é denominada esta série de apresentações, estreou na última segunda-feira, 31, no Rio de Janeiro, continuando em seguida pelas cidades de Salvador, Aracaju, Recife, Brasília, Goiânia e Curitiba – até o dia 10 de novembro.

Segundo o diretor artístico da Orquestra Sinfônica de Sergipe (ORSSE), Guilherme Mannis, a escolha da cidade de Aracaju para a apresentação da orquestra demonstra a consolidação do estado no cenário sinfônico. “Em sua turnê, a Osesp se apresentará no nordeste em apenas três capitais e Aracaju é uma delas. Isso é retrato da consolidação de Sergipe no cenário artístico-cultural brasileiro. A Osesp é uma das melhores orquestras do mundo e, sem dúvidas, a melhor da América Latina”, frisa o maestro que chegou a reger a Osesp em uma apresentação.

Guilherme conta ainda que durante a regência de John Neschling, ele pôde conviver cerca de dois anos neste ambiente musical. “A Osesp faz parte de minha formação, afinal pude acompanhá-la quando ela era regida por Neschling. Foram dois anos convivendo num ambiente de extremo profissionalismo musical”, destaca.

Programa

Com regência do maestro titular Yan Pascal Tortelier, a Osesp interpretará um rico repertório. Entre as canções estão obras de Mendelssohn-Bartholdy, e que contará com a participação de Augustin Hadelich como solista convidado. Haverá ainda uma seleção de Cenas de Romeu e Julieta, de Prokofiev, feitas por Tortelier.

Entre os extras, a orquestra apresenta a Suíte Popular Brasileira de Edu Lobo, obra composta especialmente para a Osesp, com orquestração de Nelson Ayres, que estreou com enorme sucesso em setembro deste ano na Sala São Paulo.
O concerto acontece nesta quinta-feira, 03, a parir das 21h. Os ingressos custam R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia).

História

Criada em 1954, a Osesp foi dirigida, em seus primeiros anos, pelo maestro Souza Lima e pelo italiano Bruno Roccella. Mais tarde foi sucedido por Eleazar de Carvalho (1912-1996), que por 24 anos dirigiu a Orquestra e desenvolveu intensa atividade. Em 1997, o maestro John Neschling assume a direção artística da Osesp e, com o maestro Roberto Minczuk como diretor artístico adjunto, redefine e amplia as propostas deixadas por Eleazar.

Em 2005, a Osesp passa a ser uma fundação – o que representou um marco na história da orquestra. Atualmente ela é dirigida pelo francês Yan Pascal Tortelier, e em 2012 contará com uma nova regente-titular: a norte-americana Marin Alsop.

Fonte: Ascom Secult

Comentários