Palácio-Museu comemora Dia da Sergipanidade

0

Em 24 de outubro de 1824, há exatos 186 anos, a população sergipana comemorou a chegada da Carta Régia que emancipou o estado, politicamente, da Bahia. O decreto que ratifica a autonomia de Sergipe data de 8 de julho de 1920, porém, por questões políticas, o documento só desembarcou em terras sergipanas no dia 24 de outubro de 1824. Durante mais de um século e meio, os sergipanos comemoraram o dia 24 como data símbolo de sua emancipação e do advento de Sergipe enquanto Província.

No intuito de reviver essa celebração e reforçar o orgulho de ser sergipano, o Palácio Museu Olímpio Campos montou uma programação especial que teve início na última sexta-feira, 22. Divididos em duas turmas, a primeira às 10h e a segunda às 15h, alunos da rede pública de ensino participaram de um colóquio estudantil com o tema: “A Emancipação de Sergipe”. Os estudantes trataram do significado da emancipação política e sua importância para o estado, além da comemoração do dia 24 de outubro e, terminada a discussão, puderam visitar as depedências do Palácio.

No sábado, a partir das 11h, o Museu promove o “Cinema no Museu”, onde será exibido o filme “Uma cidade sem passado”, dirigido por Michael Verhoeven, 1990. A exibição busca suscitar a discussão sobre patrimônio através da abordagem de temas como a memória social e acesso a informações nas instituições de memória como arquivos, bibliotecas e museus.

No domingo, 24, ocorrerá o momento cívico, em celebração ao Dia da Sergipanidade, que terá entre outras atividades a execução do Hino de Sergipe em uma performance cívico teatral e  a apresentação do Coral da Emurb.

Fonte: Ascom/Casa Civil

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais