Previdenciário que pede esmolas pode perder benefício

0

Os idosos e portadores de necessidades especiais, que receberem benefícios do INSS e continuarem mendigando nas ruas de Aracaju, correm o risco de perder o direito ao benefício. O alerta foi dado pela promotora de Justiça Berenice Andrade, da Promotoria Especializada de Defesa dos Idosos e dos Portadores de Necessidades Especiais do Ministério Público de Sergipe. “Às vezes são os próprios familiares que exploram essas pessoas. Todos serão avisados que se tal procedimento continuar, poderá ser suspenso o benefício junto ao INSS”, disse a promotora de Justiça. O trabalho de abordagem de fiscalização já está sendo feito pela secretaria municipal de Assistência Social e Cidadania, que posteriormente irá enviar ao INSS. Caso o beneficiário seja do interior, a Secretaria do Estado de Combate à Pobreza será comunicada para adotar as providências cabíveis. Segundo o MP, dezembro é o mês em que é registrado um maior fluxo de pedinte em Aracaju, daí, a preocupação da Promotoria em evitar a exploração de idosos a portadores de necessidades especiais por parte de familiares.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais