Projeto beneficia quase 100 jovens carentes

0

(Foto: Funcaju)
Criado em 2007 com o propósito de elevar a auto-estima, revelar novos talentos e democratizar o acesso à cultura, o Projeto ‘Talentos de Aracaju” tem beneficiado crianças e adolescentes de bairros carentes da capital. Executado pela Escola e Oficina de Artes Valdice Teles (EOAVT), mantida pela Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Esportes (Funcaju) da Prefeitura de Aracaju, o projeto oferece oficinas gratuitas de desenho, pintura, reciclagem, musicalização, acordeom, flauta doce, teclado, teatro, dança e capoeira.

Atualmente, mais de 90 jovens das comunidades do Porto D”antas, Japaozinho, Pau Ferro, Getimana, Coqueiral e Alto da Jaqueira estão sendo atendidos. A PMA oferece o transporte que garante a ida e vinda das crianças e dos adolescentes para a EOAVT, onde acontecem as aulas. Além disso, oferta lanches durante o intervalo das oficinas.

“Reservamos o sábado para dedicarmos exclusivamente aos garotos. A nossa missão é despertar o talento que há dentro desses jovens carentes e dar a eles uma formação”, relata o presidente da EOVAT, Eugênio Enéas. Segundo ele, foi no anseio de despertar talentos que nasceu o coral Pequenos Cantores. O grupo e vem ganhando destaque e tem feito várias apresentações, sob a regência de Clara Raquel.

“O coral Pequenos Cantores é o resultado de um trabalho de quase dois anos. Hoje recebemos vários convites para apresentações. É gratificante quando eles se apresentam, pois dá para ver o olhar emocionado dos pais ao observar seus filhos sendo ovacionados”, diz Eugênio.

Ampliação

A EOAVT pretende aumentar o número de crianças e adolescentes que participam do projeto. De acordo com o presidente da Escola, a assistente social da unidade está fazendo uma nova triagem em outras comunidades.

Em seguida, ela vai entrar em contato com as associações de moradores e escolas para selecionar os jovens. “Queremos aproveitar a nova estrutura da Valdice Teles, que está mais confortável devido à ampliação do número de salas de aula, para trazer mais alunos para cá”, antecipa Eugênio.

Fonte: AAN

Comentários