Projeto Culturart no Palácio une canções populares e música clássica

0
Segundo o maestro da Camerata, o professor da UFS Diego Lima, a linguagem da música é universal e, por isso, a proximidade entre música popular e música clássica é mais tênue do que muitos imaginam (Foto: Portal Infonet)

O Palácio-Museu Olímpio Campos foi palco de mais uma edição do projeto cultural ‘Culturart no Palácio’ na tarde desta sexta-feira, 6. O evento contou com participação da Camerata de Violões do Conservatório de Música de Sergipe e da Academia de Arte/Música da Universidade Federal de Sergipe (UFS). A ideia central do mini-concerto foi trazer canções de destaque dos repertórios de Gilberto Gil, João Donato e Dominguinhos através da sonoridade clássica dos instrumentos de corda.

A ideia central do mini-concerto foi trazer canções de destaque dos repertórios de Gilberto Gil, João Donato e Dominguinhos através da sonoridade clássica dos instrumentos de corda (Foto: Portal Infonet)

Segundo o maestro da Camerata, o professor da UFS, Diego Lima, a linguagem da música é universal e, por isso, a proximidade entre música popular e música clássica é mais tênue do que muitos imaginam. “No período clássico, por exemplo, a música popular daquela época era de Mozart, Beethoven e outros compositores do mesmo período. Nós queremos mostrar com esse evento que tudo que foi feito naquele tempo dialoga com o atual, pois os compositores que hoje muitos dizem ser “clássicos” foram duramente muito tempo “populares” naquele período”, resume.

Ainda segundo Diego, é preciso mostrar ao público que sempre é possível apresentar a música popular através de uma roupagem clássica. “Queremos mostrar ao público, que consome muito dessa música popular, que a música independe de qualquer coisa ou nomenclatura”. A escolha do repertório, segundo o maestro Diego, busca também homenagear a região nordeste bem como a seus compositores ilustres, como Gil e Dominguinhos. “Eles retratam muito bem a brasilidade e a música nordestina”, afirma.

O projeto “Cultuart no Palácio” acontece duas vezes por mês com apresentações de bandas filarmônicas de vários municípios de Sergipe e convidados de segmentos de arte como, literatura, teatro, dança, entre outras manifestações. O “Culturart no Palácio” é promovida pela Fundação Cultural e Arte Aperipê de Sergipe (Funcap/SE).

por João Paulo Schneider  e Verlane Estácio

Comentários