Projeto de Educação Patrimonial da Secult é apresentado em MG

0
Projeto será apresentado através de um pôster (Foto: Secult)

De 17 a 22 de julho, o Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana, em Minas Gerais, receberá os participantes do II Encontro Nacional de Educação Patrimonial cujo tema é ‘Estratégias para a construção e implementação de uma política nacional’. Representando Sergipe, o diretor do Museu Histórico de Sergipe (MHS), Thiago Fragata, apresentará, na ocasião, o projeto Noite de Histórias, através de um pôster.

Realizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult), através do MHS em parceria com a Subsecretaria de Estado do Patrimônio Histórico e Cultural (SUBPAC) e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional em Sergipe (Iphan/SE), o projeto Noite de Histórias ocorreu em maio de 2010 e procurou atender alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) com palestras e visitação ao museu que em 2010 completou 50 anos.

O projeto nasceu da necessidade de garantir o acesso de pessoas que são impossibilitadas de visitar a instituição devido à incompatibilidade de horários gerada pelo trabalho, escola e vida familiar. Ao todo, 400 alunos de três escolas de São Cristóvão foram atendidos pelo projeto.

De acordo com o diretor do MHS, Thiago Fragata, o projeto teve o intuito, também de na época, explicar a importância da candidatura da Praça São Francisco a Patrimônio Cultural da Humanidade. “Estamos planejando ainda para este ano a segunda edição do Noite de Histórias, mais precisamente em agosto e desta vez será destinado para os alunos do Pré-Seed” contou Thiago.

Segundo ele, é de suma importância levar o projeto para um evento de tamanha abrangência como o II Encontro Nacional de Educação Patrimonial. “Estamos mostrando através do Encontro uma das atividades que substanciaram a candidatura da Praça São Francisco. Esta foi uma ação que sensibilizou toda a comunidade, em especial, alunos de um segmento específico que nunca tiveram a oportunidade de ir até o Museu Histórico de Sergipe. Incentivar o engajamento e levar a história sergipana. Estes foram os principais objetivos do projeto”, detalhou o diretor.

Sobre o II Encontro Nacional de Educação Patrimonial

O II Encontro Nacional de Educação Patrimonial tem como objetivo acordar estratégias para uma política nacional de Educação Patrimonial, como parte da estratégia para a consolidação do Sistema Nacional do Patrimônio Cultural. O encontro é promovido pelo Iphan em parceria com a Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP) e inaugura a participação do Iphan na Curadoria de Patrimônio do Festival de Inverno de Ouro Preto e Mariana, por meio da Casa do Patrimônio de Ouro Preto.

Além do Encontro, o Iphan proporcionará uma seleção de oficinas, instalações e exposições que contemplam a diversidade cultural e oferecem ao público a possibilidade de vivenciar e pensar sobre questões ligadas ao patrimônio cultural brasileiro.

Fonte: Secult

Comentários