Projeto Freguesia encerra 2011 com MPB e pop rock

0

Projeto visa promover atividades físicas em feiras (Foto: ASCOM/Funcaju)

O fim do ano se aproxima e com ele também chega a última edição do Projeto Freguesia de 2011. Para celebrar a ocasião, somada ao sucesso da ação cultural, que já ocorre há quase dez anos, o Freguesia traz o melhor do MPB e do Pop Rock neste fim de semana. No sábado, 17, o cantor Luciano Souza tocará na Feira do Aratipe (Orla de Atalaia), a partir das 20h. Já no domingo, 18, é a vez da Banda Ludi se apresentar na praça Tobias Barreto (bairro São José), às 18h do domingo.

Luciano Souza já canta há mais de 20 anos e trabalha como pedagogo. Segundo o músico, foi através da educação que teve início sua paixão pela música. Na década de 1990, Luciano participou do coral do SESC/SE e do grupo ‘Nós e Vós'. No próximo sábado, durante a sua apresentação no Freguesia, o músico vai trazer em seu repertório clássicos de grandes nomes da MPB,  como Dorival Caymmi, Roberto Carlos, Caetano Veloso e Gilberto Gil, além de ícones do samba, como Martinho da Vila e Zeca Pagodinho.

Enquanto isso, no próximo domingo, a banda Ludi, que nasceu em Aracaju e está se popularizando na cena independente de São Paulo, leva o melhor do pop rock ao palco do Freguesia. Criada em 2006, na capital sergipana, Ludi é formada por Thiago Pádua (voz e violão), Lucas Ismerim (guitarra), Caio Martins (baixo) e Rafael Lira (bateria). Os músicos já gravaram dois álbuns e foram premiados durante o Festival Caibi 2008 e o Sescanção 2009. Com o crescente sucesso, a banda Ludi decidiu ir para a capital paulista, onde reside desde 2010 e se apresenta em importantes casas de shows da cidade. Seu mais atual sucesso é canção ‘Café, Sonhos e Poesias', com qual gravaram um videoclipe recentemente.

Realização

O Projeto Freguesia é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Aracaju (PMA), através da Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Funcaju) e da Fundação Municipal do Trabalho (Fundat), que consiste na promoção de atividades artísticas em feiras de comidas típicas e artesanato. O projeto foi criado com o objetivo de dar mais visibilidade à gastronomia, à musica sergipana e ao artesanato local, além de trazer mais freqüentadores às feiras e praças da capital.

Fonte: Funcaju

Comentários