Projeto oferece cultura Hip-hop para crianças em Aracaju

0

Desde o mês de julho, todas as segundas, quartas e sextas-feiras, no Centro Social Urbano Gonçalo Rollemberg Leite do bairro Agamenon em Aracaju, crianças e adolescentes na faixa etária dos 9 aos 17 anos  tem a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre esta cultura Hip-hop. É o projeto Fórmula Aplicada de Cultura de Rua Educativa – Face – promovido através de uma aprceria entre a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Esportes – Funcaju – e Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania – Semasc.   

Com o objetivo de oferecer, através da cultura Hip-hop, meios para afastar os jovens da ociosidade, o projeto engloba grafitti, discotecagem, break, mostras de vídeo, debates e shows, através do projeto Criança Cidadã que atende cerca de 85 crianças de vários bairros da cidade. “Incentivamos as discussões para que os jovens tenham consciência dos problemas que afetam as classes menos favorecidas e saibam lutar por seus direitos. Esse é o papel da cultura Hip-hop”, diz Anderson Cleyton, membro da Funcaju, raper e idealizador do projeto.

Segundo a organização do evento, os jovens vêm aceitando muito bem o projeto e são freqüentadores assíduos das atividades. Muitos já demonstram aptidão na dança e nas rimas do rap. Um exemplo disto é que no último dia 5, alguns jovens fizeram uma apresentação de break na Feira da Cultura, evento realizado pela Funcaju em comemoração ao Dia da Cultura, na praça Fausto Cardoso. “Eles já podem demonstrar o que vêm aprendendo. Quem sabe se daqui não sairá grandes nomes para o Hip-hop sergipano?”, comenta Anderson.

Comentários