Rainha do Xaxado morre aos 71 anos

0

Foto: Sílvio Rocha
O Brasil perdeu na manhã desta segunda-feira, 14, a alegria da rainha do xaxado, Inês Caetano de Oliveira (Marinês), que morreu em Recife (PE), aos 71 anos de idade. A cantora pernambucana, criada em Campina Grande (PB), sofreu um acidente vascular cerebral no dia 5 e permanecia internada. Presença constante na programação do Forró Caju, Marinês deixará saudades nos seus fãs sergipanos, acostumados com sua energia tradicional nos festejos juninos da capital.

Marinês dedicou pelo menos 50 anos de sua vida à música brasileira, que lhe deve boa parte de sua riqueza. Nascida em São Vicente Férrer, a cantora se consolidou com com o grupo ´Marinês e Sua Gente´ e foi consagrada por Luiz Gonzaga como a rainha do xaxado.

Sua apresentação na edição 2007 da festa, realizada todos os anos pela Prefeitura de Aracaju, já estava confirmada para o dia 24, noite de São João. A programação sofrerá uma alteração por conta do seu falecimento. O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, lamenta muito a morte da cantora, que é um ícone da música nordestina, inclusive responsável pela propagação dos ritmos do Nordeste para o resto do país.

“O Forró Caju 2007 homenageará Marinês. A sua morte é uma uma perda muito grande para a música nordestina e para a música brasileira”, afirmou o prefeito. Em Aracaju, além de se apresentar todos os anos no Forró Caju, ela teve seu trabalho como tema de discussão em 2003, no III Fórum de Forró, realizado pela Prefeitura da cidade, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Esportes (Funcaju).

O Fórum reuniu especialistas e artistas para discutir a história e os rumos do gênero musical genuinamente nordestino no Brasil. Nesse mesmo ano, Marinês também recebeu no palco principal do Forró Caju o troféu Gerson Filho, prêmio concedido pela Prefeitura de Aracaju todos os anos a artistas de grande representação no universo do forró. Antes de começar o show, o então vice-prefeito Edvaldo Nogueira fez a homenagem à cantora.

Na ocasião, a artista agradeceu as homenagens. “Foi uma das homenagens mais bonitas que eu recebi até hoje na minha vida artística. Foi uma surpresa para mim quando cheguei e encontrei aquela beleza toda. Quero agradecer esses aplausos porque são os troféus que eu carrego na minha vida artística e quero dizer para vocês que Aracaju faz parte de minha vida”, disse emocionada.

Fonte: Secom PMA

Comentários