Roda de Leitura homenageia Cleomar Brandi em setembro

0

O evento acontecerá na Biblioteca Pública Epifânio Dória (Foto: Arquivo Infonet)

Um dia, uma brisa morna me carregou para o colo da bela Aracaju, onde eu soube ser feliz, no tempo que me restava”. Foi com essa frase na crônica ‘A última saideira’ que o jornalista Cleomar Brandi despediu-se dos seus familiares, amigos e admiradores. Destaque no jornalismo sergipano, Cleomar, ao longo de seus 32 anos de carreira, foi escritor de mais de 700 crônicas – algumas delas publicadas no livro ‘Os segredos da loba’.

É por sua grandiosa importância no jornalismo e na literatura sergipana que o Programa Nacional de Incentivo à Leitura (Proler) homenageará, em sua Roda de Leitura do mês de setembro, o célebre Cleomar Brandi. O evento, que ocorrerá no dia 20 de setembro, às 9h, no auditório da Biblioteca Pública Epifânio Dória (BPED), visa trazer um novo conceito para leitura e interpretação de textos para professores, escritores e pessoas interessadas em literatura. Segundo a diretora da BPED, Sônia Carvalho, a Roda de Leitura, em suas edições, aborda e homenageia autores sergipanos, nacionais e internacionais, aproximando o público destes. “Em nossos encontros, contamos sempre com a mediação de especialistas convidados, para que haja um detalhamento do autor e de toda a sua obra, levando em consideração, também, sua influência perante a sociedade”, explicou Sônia.

A mediadora desta Roda de Leitura será a técnica do Departamento de Letras Vernáculas (DLV) da Universidade Federal de Sergipe (UFS), Roseneide de Santana. Segundo ela, antes de qualquer edição da Roda, uma visita é feita até a casa do autor. Por isso, como o homenageado será Cleomar Brandi, a visita será feita à casa de dona Cleonice Brandi, mãe do jornalista.

“Explicamos para ela o que é a Roda de Leitura e sua importância para os educadores e estudiosos em Sergipe. Iremos até lá e teremos acesso a todo seu arquivo pessoal que será disponibilizado na nossa exposição – montada a partir do dia 1º de setembro”, detalhou Roseneide.

Cleomar Brandi

Cleomar Brandi nasceu no dia 18 de janeiro de 1946, na cidade de Ipiaú, na Bahia. Filho de Waldemar Brandi e Cleonice Ribeiro Brandi, ele começou a atuação no jornalismo ainda na Bahia, no Instituto de Radiodifusão Educativa.

Mudou-se para Aracaju e compôs a equipe que colocaria no ar a única emissora de TV pública do estado – a Aperipê. Trabalhou ainda na TV Sergipe, TV Jornal, no Jornal de Sergipe, na Delmar FM e na TV Caju. Ele também foi correspondente da revista Veja e atuou na diretoria de comunicação do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ/SE). Em 2009, lançou o livro ‘Os segredos da loba’ e, em 2011, escreveu a última crônica de despedida: ‘A última saideira’.

Fonte: Ascom SECULT

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais