Rua da Cultura recebe as bandas Maglore e Os Barcos

0

Maglore é uma das atrações da Rua da Cultura
Realizada com o apoio da Prefeitura de Aracaju, a Rua da Cultura recebe nesta segunda-feira, 6, mais uma edição do ‘Circuito Fora do Eixo”. Desta vez as atrações são as bandas baianas Maglore e Os Barcos, que fazem a turnê ‘Novíssimos Baianos”.

A noite ainda contará com o som dos sergipanos Jailson do Acordeon, Cessar Fogo e Logorréia. Os shows acontecem a partir das 18h no palco montado no mercado municipal. Também haverá mostra de curtas-metragens do projeto Cine ABD na Rua e a tradicional disputa de xadrez, War e Magic.

Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3042-3878, pelo e-mail ruadacultura@gmail.com ou ainda nos endereços ruadacultura.blogspot.com e twitter.com/ruadacultura.

Maglore

A banda Maglore nasceu em agosto de 2009, com a proposta de proporcionar uma sinestesia musical, entre cores e sons, trazendo elementos musicais de vários cantos do mundo. O nome, assim como a sonoridade do grupo, possui mais de um significado. Além de ser abstraído da expressão em inglês my glory (‘minha glória”), também faz referência ao nome de uma tribo africana.

A banda mescla a espontaneidade da música popular brasileira com a classe do rock britânico, aliados a letras sinceras. O resultado disso é um rock tropical. Um verdadeiro som em cores, com muita energia, que abre espaço para ritmos como o ijexá.

Os Barcos

A banda Os Barcos nasceu na cidade de Vitória da Conquista, no segundo semestre de 2008. O nome é uma alusão a um escrito de Fernando Pessoa, a partir de uma antiga frase dos navegantes: ‘Navegar é preciso, viver não é preciso”. Pessoa escreve que ‘Viver não é necessário, o que é necessário é criar”.

A atual formação existe desde janeiro de 2010, e a integração é cada vez mais forte. Marx Eduardo (vocal e baixo), Ivan da Mata (piano), Fernando Bernardino (guitarra) e Netto Fernandes (bateria) buscam em cada música uma criação coletiva e intensa.

Circuito Fora do Eixo

O projeto de organização de turnês de bandas do circuito alternativo teve início em dezembro de 2009. No decorrer do ano, a iniciativa conseguiu se firmar como um dos principais projetos de circulação e viabilização de rotas integradas de shows, reunindo diversos produtores, comunicadores, casas de shows, coletivos e artistas.

Fonte: Funcaju

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais