Rubens Lisboa lança ‘Por Tantas Vozes’

0

Show do novo trabalho acontece esta semana

O músico e compositor Rubens Lisboa lança o Box intitulado "RUBENS LISBOA POR TANTAS VOZES" nesta quinta-feira, 29, a partir das 21h, Teatro Atheneu. O show contará com as participações especiais de Amelinha, Carlos Navas, Ithamara Koorax e Tetê Espíndola.

O seu mais ambicioso projeto é composto por três CDs, cada volume contendo 15 canções inéditas compostas por ele (sem parceiros). Totalizam, assim, 45 músicas, as quais são interpretadas por diversos grandes nomes da nossa música popular brasileira, a exemplo de Chico César, Ná Ozzetti, Selma Reis, Elza Soares, Cida Moreira, Rita Ribeiro, Zé Renato e Leila Pinheiro, entre outros.

Nesta entrevista, Rubens, que também é colunista do Portal Infonet, escrevendo tadas as segundas-feiras, fala do novo projeto e toda sua consolidação.

Portal Infonet –  Por que um trabalho em um modelo diferenciado, – um box?
Rubens Lisboa
– O maior sonho de todo compositor é ter suas criações cantadas e gravadas por outros intérpretes. Fui fazendo convites aos artistas que admiro e o que antes parecia um sonho terminou se concretizando de forma

Rubens fala sobre novo projeto…

avassaladora. Quando vi, tinha 45 canções prontas e a ideia de lançá-las juntas num mesmo box foi algo que surgiu naturalmente.

Infonet-  E por que você não canta neste box?
RL
– Não canto neste novo projeto, diferentemente do que ocorreu nos meus trabalhos anteriores, porque o conceito era esse mesmo: mostrar o meu lado autoral, a minha faceta de compositor. Resultou, assim, numa espécie de songbook que, frise-se, está sendo muito bem recebido pela crítica nacional (já que está sendo distribuído em todo o território nacional) e pelo público, tanto que a primeira tiragem está praticamente esgotada.

Infonet – Qual critério foi usado para selecionar os artistas presentes?
RL –
Em primeiro lugar, a minha admiração pelo trabalho deles, é claro! E depois a adequação de cada um à canção que eu pretendia incluir no projeto porque a mola-mestra foi ressaltar a pluralidade da minha obra autoral. Daí porque há de tudo um pouco: ciranda, samba, blues, afoxé, baião, valsa, toada, fado, etc.

Infonet – Há alguma música que você considera especial?
RL –
De verdade, não. Todas elas me foram sopradas aos ouvidos pelos deuses da Música e chegaram ao mundo através de mim. Sei que sou apenas o instrumento, mas as vejo como partes de um todo que sou eu. Amo-as todas igualmente e, embora saiba que cada pessoa decerto terá as suas preferidas, ouso dizer que todas me são muito especiais.

Infonet – Como e onde as canções foram gravadas?
RL
– Fiz questão de dar total liberdade a cada artista, assim que aceitaram o meu convite. Cada canção foi gravada onde, quando e da forma que o intérprete preferiu. Os arranjos e os músicos também ficaram sob a responsabilidade dos intérpretes. Há canções gravadas em São Paulo, Curitiba, Maceió, Recife, Juiz de Fora, Rio de Janeiro e em vários outros locais. E os músicos estão entre os melhores da atualidade. Nem dá para citar alguns para não cometer injustiça, é só comprovar dando uma olhada na parte da ficha técnica constante dos encartes.

…mas não escolhe uma canção especial

Infonet – Além de ser uma coletânea, qual a diferença deste seu trabalho para os anteriores?
RL
– A grande diferença é que as canções receberam as vozes de grandes intérpretes nacionais. No mais, continuo abraçando a música com respeito e devoção e espero poder levar o meu trabalho a todos os rincões deste imenso Brasil com seriedade e amor.

Infonet- O que os seus fãs podem esperar do show?
RL
– Um grande encontro meu com minha querida terra natal e com os artistas convidados: Amelinha, Carlos Navas, Ithamara Koorax e Tetê Espíndola. Aliás, a maior lição que fica sobre a concretização deste projeto é justamente essa: a força da união. Foi ela que possibilitou tanta gente interagir em um espaço de tempo razoavelmente curto e residindo em diversas localidades. Tudo aconteceu em prol de um objetivo comum e talvez essa entrega coletiva seja mesmo o mais bonito de tudo.

Infonet – O box já está a venda? Onde?
RL –
Sim, pela internet nos sites da Saraiva, Fnac e Livraria Cultura. E aqui em Aracaju na CD Clube Locadora, na Loja Coisas Nossas, na Lojinha do Museu da Gente Sergipana, na Casa da Rua da Cultura, na Casa do Artista e nas lojas da Livraria Escariz (shoppings RioMar e Jardins). O box custa R$ 30,00 aqui em Aracaju. Já o show desta quinta-feira é gratuito, mas o público interessado deverá retirar os ingressos  antes, na bilheteria do Teatro, e levar, no dia do show, 2 quilos de alimentos não perecíveis.

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais