São Cristóvão capacita monitores de turismo

0

Capacitação será utilizada para geração de renda entre os moradores (Foto: Arquivo Infonet)
“Nós estamos vivendo um novo tempo no turismo de São Cristóvão. Essa capacitação, a qualificação de vocês é apenas o início da mudança, que começa com vocês e finaliza no progresso da cidade”. Foi com essa frase de incentivo que o responsável pela coordenadoria de Hospitalidade e Lazer do Instituto Federal de Sergipe (IFS), deu início a apresentação do novo curso de Monitores de Turismo.

O curso é promovido graças a iniciativa da Prefeitura Municipal de São Cristóvão, que através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo em parceria com o IFS, a Universidade Federal de Sergipe (UFS), o Iphan e o Sebrae estão disponibilizando a população, sem nenhum custo financeiro, o curso de monitor de turismo, que é considerado pelo coordenador como o primeiro passo para ingressar na área turística.

Aberto para toda a comunidade, a procura pelo curso superou a expectativa da diretora de turismo, Silene Lazarito. Segundo a diretora foram ofertadas 30 vagas, mas a procura foi além do esperado, sendo necessário criar um cadastro reserva. “Até agora temos 72 pessoas inscritas no curso, ainda não sei como faremos para alocar todos eles, mas provavelmente teremos que abrir outra turma”, disse contente.

A idéia principal do curso é capacitar pessoas da comunidade para que eles, além de obterem conhecimento sobre o lugar onde vivem, possam gerar renda para o município e para si. Jaime Barros explicou aos participantes, que antigamente as pessoas viajavam para outros estados, como Minas Gerais e Pernambuco, para na verdade ver lá o que temos aqui. Agora com a conquista do título todo roteiro turístico passará por São Cristóvão, o que trará mais visitantes, que porventura gastarão e necessitarão de pessoas qualificadas, nesse caso, os monitores.

O curso de monitor tem duração de sete semanas e será ministrado por professores capacitados das instituições parceiras. No final do curso, quando os alunos estiverem estagiando sofrerão avaliação para que os docentes verifiquem seus conhecimentos quanto ao que foi passado. No término haverá também a entrega de diploma, com total de 70 horas, o que testificará a autenticidade do curso.

Patrimônio cultural, história do Brasil e Sergipe, segmentos turístico, bem como a utilização e importância do manuseio correto de folder a mapa também serão assuntos ministrados durante o curso. Mas, de acordo com a Professora Lílian (IFS) os alunos aprenderão tudo na prática, recebendo os turistas, visitando os locais. “Eles sentirão na pele o que faz e como é o trabalho de um monitor” disse.

A função do monitor de turismo é auxiliar o guia de turismo, profissão regulamentada pelo Ministério do Turismo. “Ele é pessoa que orienta o visitante, levando-o até o guia, para que assim ele possa dar início ao passeio turístico. Digamos que o monitor seja o primeiro contato do turista, é ele quem dirá ao visitante onde encontrar o guia”, explicou Barroso.

Incentivo

Esse é o terceiro curso que a Prefeitura de São Cristóvão, por meio da Secretaria da Cultura e Turismo oferece a comunidade. Em 2009, cerca de 30 pessoas participaram do curso em excelência no atendimento ao turista. Logo após, foi ofertado o curso de organização em eventos, ambos ministrados pelo Senac. Além das diversas palestras e oficinas direcionadas aos temas de patrimônio material e imaterial.

Segundo Silene a intenção da secretaria é em breve ofertar o curso de guia de turismo, para que assim o atendimento ao turista que chaga a bela cidade seja completo.

O curso de monitor de turismo será ministrado na Casa do Iphan, sempre a partir das 14h.

Fonte: Ascom/PMSC

Comentários