Show em festival americano pode projetar NaurÊa

0

Banda arrasta multidões em todos os cantos do país (Foto: Silvio Rocha/PMA)
Como se não bastassem as turnês pelo Velho Mundo os sergipanos da NaurÊa preparam-se para mais um desafio: levar o estilo sambaião, que há quase dez anos agita todos os cantos do Brasil e os europeus, para os Estados Unidos. O primeiro grande passo do grupo é a participação em um dos maiores festivais de música do mundo, o South By Southwest (SXSW), que ocorre entre os dias 11 e 20 de março em Austin, capital do estado do Texas.

O SXSW reuniu em 2010 mais de 1.800 bandas de todas as partes do mundo. Para 2011, quando comemora 25 anos de existência, o número pode ser ainda maior. Além da banda sergipana, outros brasileiros fazem parte do line up do festival, como a banda curitibana Rosie and Me, a mineira Constantina, os paulistanos

Festival atrai centenas de milhares de pessoas ao Texas (Foto: Sky High Photography/Divulgação )
Thiago Pethit, Tiê, Kiko Dinussi, Nana Rizinni e Some Community. O South By Southwest é considerado como uma grande porta de entrada para artistas que desejam conquistar espaço no mercado norte-americano. Nomes como Amy Winehouse, Arctic Monkeys, Franz Ferdinand, Marina Diamandis e Vampire Weekend foram lançados lá.

Um dos integrantes do grupo, o cavaquinista Aragão, explica que a banda recebeu em dezembro de 2010 a confirmação de que seria uma das atrações do evento. O grupo, assim como todas as demais bandas participantes, precisou fazer, primeiro, uma inscrição e logo depois foi avaliada. “Nós também fizemos a inscrição para o festival dinamarquês “Womex”. Alguns curadores desse evento também são curadores do americano. Além disso, no Brasil há alguns produtores que também avaliam e indicam as bandas”, completa.

Os americanos vão conferir o mesmo show que os fãs já vêem (Foto: Divulgação)
É a primeira vez que a Naurêa se apresenta nos EUA. “Quando nós vamos tocar na Europa é mais fácil, porque nós temos agentes lá que fecham os shows e nós já chegamos com tudo pronto. Nos Estados Unidos é diferente. O custo é muito maior”, explica Aragão.

Os americanos devem curtir um show bem parecido ao que o público local já está acostumado. “Vamos apenas acrescentar alguns detalhes, colocando músicas que tocamos poucas vezes. Mas é um show que a gente já sabe que dá muito certo”, avisa.

O grupo ainda busca apoio para as despesas com a viagem, pois a organização do festival não arca com os custos que os artistas terão. Aragão diz que por enquanto os integrantes estão usando recursos próprios para viabilizar a viagem. “É um investimento que fazemos para ganhar mais espaço. Nós acreditamos que é possível fazer também uma ponte para que outras bandas daqui tenham a mesma oportunidade. A idéia é estabelecermos a parceria”, prevê o músico.

A NaurÊa foi formada em 2001 é atualmente é formada por Alex Sant’Anna no vocal e triângulo,  Aragão no ‘cavaquinho’, Betinho Caixa D”Água na percussão, Leo Airplane no acordeon, Marcio de dona Litinha no vocal e zabumba, Alemão no baixo, Abraão na guitarra e Babão no Surdo e Caixa. Eles já lançaram dois álbuns ‘Circular Cidade ou estudando o plágio’ (2003) e ‘NaurÊa apresenta: Sambaião’ (2006), um DVD e preparam o terceiro trabalho, intitulado ‘All Gazaha’.

Por Diógenes de Souza

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais