Simpósio debate manutenção do patrimônio cultural de Aracaju

0

Alfandega é uma dos prédios a serem conservados
Nos dias 22 e 23 de março, será realizado na capital sergipana o Simpósio “Patrimônio Art Déco de Aracaju”, no auditório da Sociedade Semear. A atividade tem o objetivo de provocar uma interlocução entre a sociedade e o Ministério Público Federal (MPF) sobre a manutenção, a proteção e os cuidados com o patrimônio cultural da cidade.

O simpósio contará com 12 atividades, sendo oito delas teóricas e quatro práticas, num total de 13 horas-aula. O conteúdo será transmitido aos participantes por meio de mesas redondas, que incluem debates, estudos de caso e exposições orais.

Entre os palestrantes que dirigirão as mesas estarão a professora de arquitetura da Universidade Federal de Sergipe (UFS) Adriana Nogueira, discutindo a “Identidade do Patrimônio Arquitetônico de Aracaju e o Art Déco”; Marcus Vinícius Queiroz, mestre em arquitetura e urbanismo, em mesa sobre o “Art Déco Sertanejo”; Wolney Unes, que é professor da Universidade Federal de Goiás (UFG), com o assunto “Preservação da Arquitetura Moderna”; a procuradora da República Lívia Tinôco, apresentando a “Atuação do Ministério Público e da sociedade civil na proteção do patrimônio cultural”; e ainda uma mesa redonda com Luís Antônio Barreto, historiador e jornalista, Verônica Nunes, professora de museologia da UFS, Chico Buchinho, vereador de Aracaju, e Fernando Márcio, presidente do Instituto dos Arquitetos do Brasil no estado de Sergipe (IAB-SE), em que será elaborado um documento com o objetivo de alertar as autoridades locais para os cuidados com o patrimônio artístico, histórico e cultural da cidade.

Estarão disponíveis 50 vagas para o público externo. Os interessados devem se inscrever no site da ESMPUguia “Inscrições”, à esquerda da página, no período de 8 de março até as 18h do dia 18. Os candidatos serão selecionados por sorteio eletrônico. Os participantes com frequência total receberão certificado emitido pela Escola. Outras informações podem ser obtidas pelo e-mail .

O simpósio é uma realização da Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU), apoiada pela Universidade Federal de Sergipe e pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Fonte: MPF

Comentários