Timbalada conta um pouco da sua história

0

Antes de Timbalada se apresentar e transboradar seu auto-astral e energia, a Equipe InfoNet conversou com os três vocalistas da banda. Tudo enquanto eles se aqueciam para animar todos os foliões do bloco Eu&Você. Confira.

 

PORTAL INFONET – Ninha, como o vocalista mais antigo da banda, você poderia contar um pouco do início da Timbalada?

NINHA- A Timbalada foi um grupo abençoado desde o início por Deus, pelas águas e pelos Orixás. O Carlinhos Brown foi o transmissor deste movimento. Ele teve a intuição de ativar esta energia toda e me chamou para que eu me juntasse a essa tribo e dar uma contribuição para esta banda que começou nos ensaios do Candial e hoje tem uma dimensão que acho que nem a gente consegue medir. Mas eu sinto como se a gente estivesse ainda começando e queremos levar nossa filosofia para o mundo e fazer muitos amigos.

 

 

INFONET- Uma coisa que impressiona na Timbalada é o aspecto lúdico apresentado nos shows. Como surgiu isto?

N – A ciranda é uma coisa muito apreciada na Timbalada. É o lado criança, presente na infância e que a gente tem que preservar, principalmente nestes tempos de computador. Antes, as crianças brincavam e se divertiam sem se preocupar com tanta violência e nós queremos resgatar isto. É o toque humano que este mundo tão individualista não pode perder. Nós queremos juntar as pessoas e levar coisas boas para elas.

 

 

INFONET- Denny, Você começou muito cedo na vida artística, como esta experiência foi assimilada por você?

DENNY – Eu saí de um grupo de Camaçari e junto com a Timbalada pude vivenciar experiências muito boas. Desde pequeno, com 13 anos, eu comecei a cantar na Timbalada e vi tudo começar nos ensaios do Candial e hoje eu me encontro aqui, nesta grande faculdade que é a Timbalada.

 

 

INFONET – Você foi uma das crianças beneficiadas por um projeto social e a própria Timbalada possui inúmeros programas. Você poderia falar de alguns deles?

D – A Timbalada leva muita alegria, mas também se preocupa com as pessoas. Em nosso bairro, temos o projeto ‘Tá Rebocado’, que coloca reboco na casa das pessoas necessitadas. Outro bem interessante é o ‘Pracatu’, musical para as crianças e adolescentes, onde eles aprendem música para ser de cantor a técnico de som.

 

 

INFONET – A música parece ser algo muito presente na sua vida. Seu pai, que é músico, se sente realizado com seu sucesso?

AMANDA – Eu cresci em um ambiente musical e logo vi que a música possui uma importância fundamental para mim, é minha vida, meu ar e meus pais curtem muito comigo hoje na Timbalada. No carnaval de Salvador é aquela expectativa de meus pais…Mas a Timbalada também é uma grande família e os parentes de cada um de nós acabam interagindo com os dos outros e tudo acaba em festa.

 

 

INFONET – No vocal, você é a integrante mais nova da Timbalada. Como foi que surgiu o convite para cantar nesta banda?

A – Eu acompanho a Timbalada desde que ela surgiu. O Carlinhos Bronw é amigo da família e o convite surgiu quando eu tinha apenas 17 anos. No início era muita responsabilidade, mas eu estava me preparando para isso há muito tempo e hoje tenho muita clareza que isso é o que quero: levar a alegria para todos os que ouvem a nossa música. Isso já faz parte da minha vida.

Por Vivian Reis

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais