Tudo pronto para reestréia da Ópera do Milho

0

O enredo gira em torno de um casamento, em que a noiva está “buchuda”, o noivo não quer casar, as “cumadres” espalham as fofocas sobre o casório, o pai da noiva ameaça o noivo com sua velha espingarda e mais dezenas de personagens, cada qual com sua história. Eles sobem ao palco para reviver pela quarta vez a Ópera do Milho.

 

Dez anos após sua primeira montagem, a peça está tomando forma para sua estréia, sim, porque todas as vezes que se volta ao palco é como se fosse a primeira vez. “É um prazer enorme poder reviver mais uma vez a Ópera do Milho. Todas as vezes eu me emociono e me arrepio só de pensar no dia da reestréia”, diz Yara Cunha, que participou de todas as outras montagens da peça, ao Portal InfoNet.

Moldes das máscaras da Ópera
Cerca de 53 atores e atrizes sobem ao palco, todos mascarados, o que torna mais difícil o trabalho deles, pois, têm que interpretar através da linguagem corporal. “Realmente é mais difícil do que se tivéssemos que falar. A música vai tocando a gente tem que entrar em sintonia com ela, qualquer vacilo pode acabar com o encanto do musical”, explicou Amanda Bispo, que interpreta a mãe da noiva.

 

O musical sofreu algumas modificações. “O enredo continua o mesmo, mas demos uma nova roupagem a ele, demos vida a outros personagens e ênfase a uns que não tinham tanta importância”, revelou o diretor Môncio Rodrigues ao Portal InfoNet.

No total, são 80 pessoas, envolvidas direta e indiretamente, na montagem da Ópera, que tem músicas de Irineu Fontes e vai ser apresentada no dia 24 de junho, na concha do Centro de Criatividade, depois segue para a Vila do Forró Chapéu de Couro. A entrada é gratuita.

 

Por Diego Bittencourt

Comentários

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso portal. Ao clicar em concordar, você estará de acordo com o uso conforme descrito em nossa Política de Privacidade. Concordar Leia mais